Fazendeiro é multado em R$ 14 mil por exploração de madeira protegida

Madeira protegida foi usada como estacas (Foto: Divulgação)
Madeira protegida foi transformada em estacas (Foto: Divulgação)

Policiais Militares Ambientais de Cassilândia autuaram um fazendeiro, de 55 anos, no final da tarde de ontem (21), durante fiscalização ambiental nas propriedades rurais do município, que fica a 420 quilômetros de Campo Grande. O pecuarista foi autuado por crime ambiental de extração de madeira ilegalmente e multado em R$ 14 mil.

De acordo com a PMA, ele derrubou 47 árvores das espécies Faveiro e Angico dentro da propriedade sem autorização do órgão ambiental. A madeira foi transformada em estacas e palanques para uso em cerca. Foram apreendidas 992 estacas e 76 palanques, medindo 22 m³.

As atividades foram paralisadas. O fazendeiro, residente em Cassilândia, pode pegar de seis meses a um ano de detenção. Ele também foi autuado a administrativamente e multado em R$ 14 mil.

Comentários

comentários