Fazendeiro e empresário são alvos de operação da PF em MS

Fazendeiro e um empresário são os alvos da Operação Patron, deflagrada na manhã desta terça-feira (19/11) em Mato Grosso do Sul, São Paulo e Rio de Janeiro, em mais uma das fases da Lava-Jato. Outro que acabou na mira é o ex-presidente do Paraguai, Horácio Manuel Cartes.

No Estado, as ações ocorrem na cidade de Ponta Porã. Os pedidos de prisão temporária foram expedidos pela 7º Vara Criminal do Rio de Janeiro.

Aproximadamente 100 policiais federais participam dessa ação, em parceria com o Ministério Público Federal e a Receita Federal.

Foram cumpridos 37 mandados judiciais expedidos pela 7ª Vara Federal Criminal do Rio de Janeiro (RJ).

São 17 mandados de prisão preventiva, três de prisão temporária e 18 de busca e apreensão.

Foi autorizada judicialmente a inclusão dos residentes no Paraguai e Estados Unidos da América na Difusão Vermelha da Interpol.

A investigação identificou cerca de US$ 20 milhões ocultados, sendo mais de US$ 17 milhões num banco nas Bahamas e o restante pulverizado no Paraguai entre doleiros, casas de câmbio, empresários, políticos e uma advogada.

 

Comentários