Fazenda é descoberta como entreposto para tráfico em Aral Moreira

Lúcio Borges

Imagem divulgação PC-MS

A PC-MS (Policia Civil de MS) em Aral Moreira descobriu ou ratificou indicação que uma fazenda servia como entreposto para tráfico de drogas naquele município, que fica no extremo sul de Mato Grosso do Sul. A propriedade que é também fronteira MS/Brasil-Paraguai, por onde entra muito produto ilícito, servia de armazém ou pequena parada do ‘comercio’ de entorpecentes. Nesta quarta-feira (10), os policiais civis da 1ª Delegacia de Ponta Porã pegaram um traficante no local e apreenderam veículos, tratores e grande quantidade de drogas em investigação iniciada por meio de denúncia anônima.

Conforme a PC-MS, a equipe descobriu uma propriedade rural no município, onde foi feita a prisão em flagrante de Luiz Carlos Campelo, 48 anos, que seria proprietário do local. A ação logrou exito também de fazer uma  apreensão de 1,4 tonelada  de maconha. Também foram apreendidos uma carreta, caminhão, trator e outros veículos.

O proprietário do imóvel declarou que alugava uma mata existente na propriedade porque esta fazer parte da fazenda lhe era inútil (imprópria para o plantio de pastagens). Com isso permitia que narcotraficantes a utilizassem para armazenagem e carregamentos de veículos automotores destinados ao transporte de drogas.

Luiz Carlos será indiciado pelos crimes de posse irregular de arma de fogo de uso permitido, tráfico de drogas e associação para o tráfico.

Comentários

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor, insira seu cometário!
Por favor, insira seu nome aqui