Fator Pedrinho agrava problemas do Corinthians na reta final do BR

Lancepress/JP

O que deveria ser apenas solução, hoje representa mais um problema a ser contornado pelo Corinthians em meio à crise agravada pela perda do título da Copa do Brasil para o Cruzeiro. Esse é o resumo da situação do atacante Pedrinho, joia das categorias de base que teve seu futuro no clube colocado em xeque pelo seu representante, o empresário Will Dantas. Na reta final do Campeonato Brasileiro, em que briga contra o rebaixamento, o Timão ganhou um ingrediente inesperado e amargo.

Desde o ano passado, em que foi alçado ao profissional pelo técnico Fábio Carille, Pedrinho é visto como uma das maiores promessas do Corinthians nos últimos tempos. Rápido, habilidoso e com poder de finalização, deu esperança ao clube de voltar a fazer uma grandiosa venda no futuro, além de colher sucesso profissional, como casos de Willian, hoje no Chelsea, e Jô, no Nagoya Grampus, do Japão, para citar dois exemplos.

No entanto, as declarações do empresário após a final da Copa do Brasil contra o Cruzeiro fizeram com que o Corinthians se mobilizasse internamente para não deixar que o assunto atrapalhe ainda mais a reta final da temporada, em que muita coisa está em jogo. O técnico Jair Ventura sabe que precisa contar com o futebol do garoto de 20 anos, que geralmente entra bem no decorrer dos jogos, e vê a situação como incômoda.

A diretoria, por sua vez, não pensa em rebater a posição do empresário publicamente, mas também trabalha nos bastidores para contornar o assunto. No momento, a posição é de esperar para ver se as previsões do agente se confirmam: ele disse que o clube deve receber nos próximos dias uma proposta de um gigante europeu.

Pelo menos no discurso, o Corinthians não trabalha com a possibilidade de negociar Pedrinho agora, mas o presidente Andrés Sanchez sempre ressalta que não há o que fazer em caso de grande proposta que mexa com o jogador. A multa rescisória de Pedrinho para o exterior é de 50 milhões de euros.

O Corinthians também se preocupa para que outros assuntos não atrapalhem a equipe na reta final do Brasileiro. A preocupação com o rebaixamento é uma realidade e Andrés falou em “nove finais” até o fim. No momento, o clube está na 11ª colocação com 35 pontos, quatro acima da zona do rebaixamento.

O empresário Will Dantas disse após a final da Copa do Brasil que havia sido a “gota d’água” para a continuidade de Pedrinho no clube. Ele sugeriu que o atleta não estava sendo bem aproveitado, por ter ficado no banco de reservas, enquanto os experientes Jonathas e Emerson Sheik foram titulares. Depois, no entanto, recuou e afirmou que sua indignação foi maior por conta do VAR, que foi usado para anular o gol do atacante que fez o Corinthians ficar à frente do Cruzeiro. A decisão terminou 2 a 1 para os mineiros, sem o gol de Pedrinho.

Comentários