Família diz que jovem encontrada morta em Corumbá foi vista pela última vez em carro preto

Danielle Pereira Magalhães foi encontrada em um possível esconderijo de motocicletas furtadas com ferimentos de arma de fogo, perfuração e cortes

A família de Danielle Pereira Magalhães, de 17 anos, encontrada morta na manhã desta segunda-feira (2) em Corumbá, região do Pantanal, disse que a jovem foi vista pela última vez no momento em que entrava em um carro, no dia 29 de agosto.

Danielle estava desaparecida desde 27 de agosto

“Mãe trabalhando, pai trabalhando, e ela ficou em casa; uma mulher chamou ela, aí ela falou que ia na praça, entrou no carro e saiu, um carro preto” disse a bisavó da jovem, Maria Silva Pereira.

Danielle foi encontrada em um possível esconderijo de motocicletas furtadas e roubadas, com ferimentos de arma de fogo, perfuração e cortes. Os parentes registraram o desaparecimento na polícia e o caso está sendo investigado pela 1ª Delegacia de Corumbá.

Cadáver encontrado
De acordo com a polícia, ao chegarem no local, os policiais fizeram buscas e e sentiram o odor do corpo nas proximidades. Foram encontrados um par de chinelos, duas garrafas e manchas de sangue onde o cadáver foi encontrado.

Corpo tinha um corte no pescoço e perfurações nas costas e braços

Segundo a ocorrência, no corpo havia indícios de um possível esgorjamento, com subdivisões das partes moles da região da frente do pescoço, e perfurações de projétil nas costas e no braço da vítima. Moradores identificaram a mulher, e informaram aos policiais que se tratava de Danielle desaparecida desde o dia 29 de agosto.

Comentários