“Faltam dois”: Neymar comemora primeiro título e mira tríplice coroa

Neymar nem comemorou direito seu primeiro título grande pelo Barcelona, e já voltou para casa pensando em mais.

Competitivo nato, o brasileiro, que ao ganhar o Campeonato Espanhol levou a primeira liga nacional de sua carreira, mira os dois próximos objetivos: ganhar a Champions League e a Copa do Rei, e ser campeão de tudo o que o Barça disputa nesta temporada.

Neymar comemora título do Barcelona campeão espanhol Foto: Cassio Barco
Neymar comemora título do Barcelona campeão espanhol Foto: Cassio Barco

Faltam três jogos para Neymar finalizar um ano que se desenha perfeito, bem diferente do primeiro com os catalães, que teve problemas de lesões e preocupação com a justiça por sua transferência polêmica. Com 37 gols na temporada – 22 só neste Campeonato Espanhol – ele é o terceiro maior goleador da Europa, e quer conquistar o continente.

Além da última rodada da Liga, já vencida, contra o Deportivo La Corunã, o Barça tem a decisão da Copa no dia 30 de maio, contra o Athletic de Bilbao, e a da Champions em 6 de junho, contra o Juventus.

– Estou muito feliz pelo título, pelo que conseguimos. Ainda faltam dois que temos para disputar. Agora é focar nas próximas semanas para que a gente possa conseguir nosso objetivo – disse o camisa 11.

Neymar está respondendo com sucesso às expectativas de torcida e mídia espanhola por sua contratação, e mais importante, suas próprias. O brasileiro desenvolveu parceria de sucesso com Messi e Suárez, baseada em seu carisma e futebol – os três juntos têm 115 gols na temporada.

Os problemas de bastidores com o técnico Luis Enrique foram superados, e o camisa 11 se tornou atleta de confiança: jogou todos os minutos dos últimos nove jogos do Barcelona sem ser substituído.

A cada partida mostrando um pouco mais do futebol que o fez se consagrar no Santos e na Seleção, Neymar já tem 52 gols pelo Barcelona.

Apesar da Liga ser o primeiro título expressivo com a camisa azul-grená, já é o quarto no currículo espanhol: ele ainda soma dois torneios Joan Gamper, e uma Supercopa da Espanha. O próprio jogador reconhece, no entanto, que a importância da taça conquistada no último domingo, após vitória por 1 a 0 contra o Atlético de Madri, é muito maior.

– Espero que seja a primeira de muitas, e é a primeira das três do nosso objetivo nessa temporada – declarou, lembrando outra vez do sonho do triplete.

Apesar de não ter marcado no Vicente Calderón, e interrompido uma sequência de sete jogos balançando as redes sem parar, Neymar ainda lidera um recorde na temporada: ele abriu o placar, e o caminho para vitórias importantes, 17 vezes na temporada, enquanto Messi o fez em 16 ocasiões.

Isto fez com que o jogador fosse um dos mais celebrados por torcedores durante a festa do título. Pela cidade de Barcelona, as diversas camisas 11 ostentadas por fãs eram as únicas capazes de competir com as 10 de Messi.

No final da festa, já na madrugada de domingo para segunda, o brasileiro ainda encontrou pique para descer do ônibus com entusiasmo e incendiar a galera que estava na porta do Centro de Treinamento do clube. Um gesto que ele espera repetir, mais de uma vez, nas próximas semanas de sua vida na Europa.

Globoesporte.com

Comentários

comentários