Falcão defende que PT apoie candidatura de oposição na eleição da Câmara

O presidente do PT, Rui Falcão, defendeu neste domingo (29), em artigo publicado no site do partido, que a bancada petista na Câmara se alie a PDT, PC do B, Rede e PSOL para ter uma candidatura própria do bloco oposicionista. Na quinta-feira (2), os deputados federais irão eleger o presidente da Câmara para os próximos dois anos.

No texto, Falcão deixa claro que a posição em torno de um apoio a uma candidatura própria da oposição é pessoal. No dia 20, após o diretório nacional do partido se reunir em São Paulo, o PT decidiu liberar suas bancadas na Câmara e no Senado a apoiarem quem quisessem nas eleições que irão definir os novos integrantes das mesas diretoras das duas casas legislativas.

Embora não tenha obtido o apoio dos demais partidos da oposição, a executiva nacional do PDT já lançou o deputado André Figueiredo (PDT-CE) candidato na corrida pelo comando da Câmara.

O pedetista deve enfrentar nas urnas o atual presidente da Casa, Rodrigo Maia (DEM-RJ), e o líder do PTB, Jovair Arantes (GO). Rogério Rosso (PSD-DF) também se lançou na disputa eleitoral, mas, sem apoio da própria legenda, suspendeu a campanha.

G1

“Por entender que a resolução do Diretório Nacional também prevê esta alternativa, minha opinião pessoal é que nos unamos aos parlamentares da oposição (PDT, PC do B, Rede e PSOL) num bloco a ser encabeçado por alguém deste campo”, diz trecho do artigo de Rui Falcão.

Parte da bancada petista na Câmara defende a reeleição de Rodrigo Maia para viabilizar um acordo que garanta á sigla um cargo na Mesa Diretora.

Já a ala mais ideológica do PT na Casa rechaça apoiar qualquer candidato que tenha votado a favor do impeachment da ex-presidente Dilma Rousseff.

Rodrigo Maia faz parte da bancada do DEM, que foi uma das artífices do afastamento da petista. Relator do processo de impeachment na Câmara, Jovair deu o parecer favorável ao afastamento de Dilma do comando do Palácio do Planalto.

Do G1

Comentários