Explosão em casamento em Cabul mata 63 e fere 182 pessoas

G1/JP

Afegãos investigam interior de salão de festas após explosão (Foto: Wakil Kohsar / AFP Photo)

Uma forte explosão durante uma festa de casamento deixou 63 mortos e 182 feridos na noite deste sábado (17) no oeste de Cabul, no Afeganistão, informou o Ministério Afegão do Interior. A explosão ocorreu em um bairro de minoria xiita da capital.

De acordo com o porta-voz do Ministério do Interior, Nasrat Rahimi, há mulheres e crianças entre as vítimas.

Um homem-bomba acionou seu cinturão de explosivos em um salão de festas, por volta das 22h40 no horário local. “Os convidados dançavam e festejavam quando aconteceu a explosão”, descreveu uma testemunha no hospital, atingida nos braços e na barriga.

Uma testemunha disse à TV americana CBS que mais de mil pessoas haviam sido convidadas para a cerimônia e festa.

Casamentos são grandes no país

Os casamentos no Afeganistão são eventos multitudinários, com centenas ou até milhares de convidados comemorando juntos a cerimônia em salões de dimensões industriais, onde os homens geralmente estão separados de mulheres e crianças.

Mohamad Farhag, uma das pessoas presentes no casamento, disse que estava na área reservada às mulheres quando ouviu uma forte explosão na zona destinada aos homens. “Todo mundo correu para fora gritando e chorando”, contou. “Quase todo mundo na seção de homens estava morto ou ferido. Agora, duas horas depois do ataque, continuam tirando corpos da sala”, acrescentou.

O bairro do local do ataque tem sido alvo de ataques suicidas nos últimos anos, pois lá estão alvos com segurança baixa, como mesquitas e centros educacionais. A maioria desses ataques prévios, cujos alvos eram xiitas, foi assumida pelo Estado Islâmico (EI), um grupo terrorista sunita, que tem tido uma atuação persistente no Afeganistão.

O grupo terrorista Estado Islâmico reivindicou neste domingo (18) o ataque suicida.

Comentários