Execução de casal na fronteira pode ter ligação com o narcotráfico

A Polícia Civil da fronteira continua investigando o crime que resultou na morte de um casal em Ponta Porã na última quarta-feira (11). Kelly Silgueiro, 30 anos, e o marido Rafael Alves Borges, 29 anos, foram morto aproximadamente 50 tiros de pistola e metralhadora no bairro Ignez Andreazza.

Segundo informações do site Porã News, o delegado responsável pelo caso, Patrick Linhares, a polícia está trabalhando com várias linhas de investigações, uma delas aponta que o crime pode ter sido um acerto de contas referente ao narcotráfico. Imagens de câmeras de segurança teriam flagrado o momento da execução e os suspeitos podem ser presos a qualquer momento. A polícia paraguaia está ajudando nas investigações e, em breve, o caso deve ser esclarecido.

Foto: Porã News
Foto: Porã News

O caso

O casal estava em um veículo Hyundai, com placas de Campo Grande, quando por volta das 11h45, dois homens em uma motocicleta se aproximaram e dispararam 50 tiros de pistola e metralhadora contra as vítimas.

Há um tempo atrás, o irmão de Kelly foi morto em Cuiabá, no Mato Grosso.

Comentários

comentários