Ex-vereador de Campo Grande morre em hospital da Capital

Lúcio Borges

O cirurgião-dentista e ex-vereador de Campo Grande, Mário Gomes de Arruda, 71 anos, faleceu na manhã desta sexta-feira (13). Ele foi parlamentar na Capital, por um mandato, de 1993 e 1996, mas obteve na época um destaque na Câmara Municipal.

Arruda deixa a esposa, Maria das Dores, e três filhos: Marcel Henry, Márcio André e Mayara Adriana, após estar internado na Santa Casa, onde passaria por procedimento cirúrgico, quando sofreu embolia pulmonar e uma parada cardíaca, não resistindo.

As informações foram divulgadas pela família de Arruda à Câmara Municipal, onde o cirurgião-dentista exerceu mandato de vereador entre os anos de 1993 e 1996. O presidente da Casa, João Rocha, ao lado de demais parlamentares e funcionários do Legislativo, manifestou condolências à família.

O CRO-MS (Conselho Regional de Odontologia) e a ABO-MS (Associação Brasileira de Odontologia) também emitiram notas de pesar em razão da morte.

Despedidas

Conforme a família, o velório terá início logo mais, às 18 horas, no Cemitério Parque das Primaveras. No local será realizado o sepultamento neste sábado (14), a partir das 10h30.

Comentários

comentários