Eurico cria polêmica com gays e xinga torcedor do Fla em programa de rádio

Presidente do Vasco foi entrevistado na noite de quarta-feira pelo colunista Leo Dias nos estúdios da FM O Dia

Rio – O presidente do Vasco, Eurico Miranda, esteve na noite desta quarta-feira nos estúdios da FM O Dia, onde foi entrevistado pelo colunista do DIA, Leo Dias, a atriz Antônia Fontenelle e o locutor Dedé Galvão. Sem fugir de polêmicas, o dirigente falou sobre homossexualismo no futebol, o caso Bernardo, Escândalo na Fifa e ainda xingou um torcedor do arquirrival Flamengo. Leia abaixo os principais trechos da entrevista.

Eurico Miranda, presidente do Vasco, esteve nos estúdios da FM O Dia onde foi entrevistado pelo locutor Dedé Galvão, o colunista Leo Dias e a atriz Antônia Fontenelle Foto:  Reprodução Facebook
Eurico Miranda, presidente do Vasco, esteve nos estúdios da FM O Dia onde foi entrevistado pelo locutor Dedé Galvão, o colunista Leo Dias e a atriz Antônia Fontenelle
Foto: Reprodução Facebook

Homossexuais no futebol

“Futebol não pode ser apitado por veado. Veado que apita futebol, ele pode se comprometer. Mulher tem que apitar jogo das mulheres. Não tem que apitar jogo de homens. Mas eu não tenho e nem nunca tive nada contra gay. Eu tenho contra ‘veado’. Gay é uma opção, ‘veado’ é o que faz ‘veadagem’. Eu sou contra ‘veado’. E o ‘veado’ não precisa ser gay para ser veado”.

Caso Bernardo

“Isso é um problema pessoal dele (denúncia de ter agredido a ex-namorada). Se fosse relacionado a outros fatos, ele até teve apoio dos advogados do clube. Eu sempre fui adepto de uma filosofia diferente: o problema que o jogador faz fora do ambiente do trabalho, desde que não comprometa a instituição e não traga reflexos à sua produção, eu não tenho nada com isso. O problema de relacionamento é de natureza pessoal. Ele teve o contrato suspenso por problema comportamental. É por 20 dias. Por este tempo, não tem relação. O problema comportamental é no geral, atinge fora e dentro do clube”.

Escândalo na Fifa e xingamento a torcedor do Flamengo

“Você deve ser um flamenguista de merda. Se você não sabe, vou te explicar. O problema é o seguinte: fui investigado, chacoalhado de cima para baixo e nada foi encontrado (CPI). Para sua informação, este episódio da Fifa eu denunciei tudo isso em 1998 ou 1999. É só procurar na internet”.

Fair play no futebol

“Futebol é uma guerra. Até na pelada é uma guerra. Você entra para ganhar, não pode chegar e ter essas babaquices para lá, para cá, colocar a bola para fora. Por qual motivo tem que devolver, p…? Sabe o que isso ocasiona? O jogador fingir que está contundido, colocar a bola para fora sem motivo”.

Renda desaparecida em jogo do Vasco na década de 1990

“Isso é uma grande babaquice. Como eu vou sair correndo com uma renda? Primeiro, eu nunca saí correndo de lugar nenhum, e ando com seguranças para que alguns babacas como você não me façam esse tipo de pergunta. Quem lida com milhões vai se preocupar com tostões?”

O DIA

Comentários

comentários