Estrela do YouTube descobre ter duas vaginas após sentir fortes dores nas costas

twovaginasUma jovem estrela do YouTube, na Califórnia, tem atraído milhares de seguidores em seu canal “DiamondsAndHeels14”, após compartilhar experiências de como viver com acne crônica, lidar com bullying e, agora, a vida com duas vaginas.

A visita médica para dor lombar mudou a vida de Cassandra Bankson, de 22 anos, após um ultrassom, ressonância magnética e exames de sangue. Os exames revelaram que ela era, realmente, “duas vezes mulher”.

O diagnóstico concluiu que a jovem tem apenas um rim, duas vaginas, dois úteros e dois cérvices. “Quando saiu o resultado dos exames, a médica disse que eu tinha apenas um rim e acrescentou que tenho duas vaginas, como ela suspeitava”, contou Bankson a Barcroft TV.

A condição de Cassandra, clinicamente conhecida como “útero didelfo”, é o que faz com que a vagina tenha a sua separação completa em duas cavidades diferentes. Normalmente, o útero tem início com dois pequenos tubos que se unem. No entanto, os canais de Bankson nunca foram capazes de estarem inteiramente juntos, levando ao desenvolvimento de duas vaginas.

O útero didelfo também pode ser associado a alterações renais, o que ajuda a explicar o diagnóstico de um único rim da estrela do YouTube.diagdiag

Tal descoberta deu um sentido de clareza para os problemas de saúde que a jovem enfrentava enquanto se desenvolvia. “Desde mais nova, mesmo sem saber sobre a minha condição, fui ao médico porque sangrava entre 23 e 28 dias”, conta. “Ou eu tinha cólicas incapacitantes e não conseguia me mover, ou as minhas vísceras apenas não se comportavam, porque as dores eram muito ruins e eu tinha alterações de humor.”

Ainda que Bankson tenha vivido uma vida aparentemente normal, ela pode enfrentar problemas com a gravidez. De acordo com a Clínica Mayo, o útero duplo pode causar infertilidade ou abortos, além de parto prematuro ou bebês que nascem em posição pélvica.

Por outro lado, é possível engravidar duas vezes ao mesmo tempo, com um bebê em cada útero. Médica de Nova York, Dr. Dana Harrir, relata que muitas mulheres não sabem que têm tal condição, até descobrirem que estão grávidas. “É possível que isso não a incomode de forma sexual. Também há alguns problemas para engravidar, mas podem ser tratados.”

Apesar da condição precária, mulheres com duas vaginas têm a capacidade de conceber. Na Índia, em 2011, Rinku Devi, de 28 anos, deu à luz gêmeos. Devi tem dois úteros e engravidou em momentos diferentes.

Jornal Ciência

Comentários

comentários