Estação de esgoto receberá pesquisadores para conhecer sistema de pós-tratamento

Da Redação/P.F

Foto Divulgação

Profissionais e acadêmicos do setor de Engenharia Sanitária e Ambiental que participam do 3º Simpósio Brasileiro sobre Wetlands Construídos farão uma visita técnica à maior estação de tratamento de esgoto (ETE) de Campo Grande. Na sexta-feira (26), às 10h, a ETE Los Angeles vai receber o grupo para conhecer umwetland piloto instalado no local.

De acordo com o coordenador de Meio Ambiente da Águas Guariroba, Fernando Henrique Garayo, o wetland, também conhecido como método de banhados construídos, se utiliza de plantas aquáticas, chamadas de macrófitas, e um sistema filtrante para tratar o efluente. “Na ETE Los Angeles temos um dos maiores wetlandsconstruídos ativos da cidade. Normalmente, este sistema é utilizado em comunidades rurais e locais com baixa e média vazão de esgoto. O que temos em nossa estação é um modelo piloto utilizado como tratamento terciário, ou seja, para o polimento do efluente”, explica.

Simpósio

O 3º Simpósio Brasileiro de Wetlands Construídos acontece desde terça-feira (23) na Universidade Católica Dom Bosco (UCDB). O evento, que tem o apoio da Águas Guariroba, tem o objetivo de fortalecer a atuação dos grupos de pesquisa na área de wetlands construídos e consolidar a troca de experiências entre as universidades brasileiras e internacionais, profissionais liberais, empresas ligadas ao ramo da Engenharia Sanitária e Ambiental e ONGs que desenvolvem estudos e projetos no controle da poluição hídrica, mais especificamente no tratamento natural de efluentes.

Entre os palestrantes do simpósio, a Águas Guariroba trará a participação do professor Marcos Von Sperling, professor titular do Departamento de Engenharia Sanitária e Ambiental da UFMG (Universidade Federal de Minas Gerais), uma das referências em esgotamento sanitário no Brasil. A palestra acontece amanhã (25), às 9h, na UCDB.

Comentários