Esposa de Bruno Henrique é agredida por torcedores do Palmeiras

Palmeiras emitiu nota oficial para defender a família de seu capitão (Cesar Greco/Divulgação)

Bhel Dietrich, esposa do meio-campista Bruno Henrique, do Palmeiras, relatou ter sido agredida por torcedores do clube paulista depois do empate por 1 a 1 diante do Athletico Paranaense, neste domingo 20, na Arena da Baixada, em Curitiba. Na saída do estádio, ela foi cercada, xingada e empurrada por um grupo de palmeirenses.

Na manhã desta segunda-feira, 21, o Palmeiras repudiou o ocorrido em nota oficial. “É inadmissível que aconteçam situações lamentáveis envolvendo ataques de supostos torcedores a atletas, comissão técnica, dirigentes e seus familiares. O clube está dando todo o suporte necessário ao jogador e sua família.”

Não é a primeira vez que a torcida do Palmeiras se envolve em confusões com a esposa do capitão da equipe. No início de setembro, um palmeirense cobrou o casal na rua e Bhel Dietrich respondeu, dizendo ao torcedor que se ele quisesse xingar, deveria ir ao estádio. O caso foi registrado em vídeo e viralizou nas redes sociais.

Com o empate no Paraná, o Palmeiras, segundo colocado, ficou a dez pontos do líder Flamengo. O time volta a entrar em campo no próximo domingo, 27, diante do Avaí, fora de casa.

Comentários