Empresários de MS são executados no Paraguai

Na terda desta quarta-feira (28), os empresários Jhoni Reis Fernandes Oliveira, 33 anos, e Jairo de Castro Alves, 44 anos, moradores de Mundo Novo, foram executado à tiros no Centro da cidade de Salto del Guairá (PY), que fica a 20 quilômetros da cidade sul-mato-grossense.

Veículo onde estavam Jhoni Oliveira e Jairo Alves - Foto: César Galeano / César Galeano Repórter
Veículo onde estavam Jhoni Oliveira e Jairo Alves – Foto: César Galeano / César Galeano Repórter

Os tiros foram disparados por homens que estavam em Fiat Palio, prata. As vítimas seguiam de caminhonete pela Avenida Bernardino Caballero e foram abordadas na esquina da Rua Ypacarai. Os pistoleiros desceram do veículo que estavam atirando e logo depois fugiram.

Conforme informações do site César Galeano Repórter, foram encontrados 36 cápsulas de armas 9 milímetros e .40. O agente fiscal Lorenzo Lescano atendeu declarou que “uma das vítimas chegou a ser levada para o Hospital Regional, mas faleceu. Eles são de nacionalidade brasileira, mas estavam portando documentação paraguaia”, disse, em entrevista.

Jhoni é filho do ex-presidente da Câmara de Mundo Novo, Sebastião dos Reis Oliveira, conhecido como Tião Barbudo. Jairo é filho do dono do jornal Tribuna do Povo, que circula na região sul do Estado, Jairo de Lima Alves.

Comentários

comentários