Empresários da área de alimentos e bebidas têm treinamento sobre internacionalização

Foto Divulgação
Foto Divulgação

Partindo do princípio que as empresas têm um mundo a explorar, começou nesta segunda-feira (21) e prossegue até terça-feira (22) o Coaching Alimentos e Bebidas, promovido pelo CIN (Centro Internacional de Negócios) da Fiems com apoio do Sebrae Nacional, na sede do IEL de Campo Grande. O treinamento aborda aspectos relacionados à exportação de produtos do segmento e resultará na elaboração do Planejamento Estratégico de Internacionalização (PEI), com consultoria especializada.

Segundo a gerente do CIN da Fiems, Fernanda Barbeta, o workshop é voltado para empresas que não possuam ou que estejam em estágio inicial de ações voltadas ao comércio exterior. “Para garantir a inserção no mercado externo, é preciso estar atento a uma série de fatores. Participar de treinamentos como este é o primeiro passo para compreender o processo de internacionalização e ampliar a competitividade da empresa”, frisou.

Guilherme Costa Abid é gerente de produção da Mix Nutri, empresa de suplementação esportiva e alimentação natural com sede em Campo Grande e representação em Santa Cruz de la Sierra, na Bolívia. Ele conta que a intenção ao participar do workshop é potencializar as ações no país vizinho e pesquisar novos mercados na América Latina e América do Norte. “Começamos a exportar para a Bolívia há cerca de nove meses e o país já se tornou nosso principal cliente de produtos de suplementação. Por isso estamos dispostos a estudar novos mercados, de acordo com a demanda que identificarmos”, pontuou.

Deise Bastos, consultora contratada pela CNI (Confederação Nacional da Indústria) e responsável pelo Coaching, explica que o mercado oferece inúmeras possibilidades e que conhecê-las é uma obrigação do empresário. “Com a globalização, extinguiram-se as fronteiras, os limites físicos. Mas é preciso ter foco, escolher um país e estuda-lo a fundo, conhecer suas características e necessidades. Para isso existem ferramentas gratuitas de pesquisa de mercado e normas técnicas que serão apresentadas no workshop, além de estudos mais aprofundados realizados pelo CIN de Mato Grosso do Sul”, pontuou.

Edson Miranda, sócio-proprietário da empresa Brownie Boutique Brasil, participa do treinamento com a intenção inicial de abrir uma filial no Paraguai e, talvez, apresentar novas ideias de brownies aos idealizadores americanos. “Nossas receitas carregam a novidade do recheio com produtos do cerrado, como pequi e guavira. Acreditamos nessa ousadia como uma chave para abrir as portas da internacionalização para a empresa”, falou.

Comentários

comentários