Empresário é preso com cinco mil comprimidos de ecstasy avaliado em R$ 150 mil

O empresário Rodrigo do Amaral, de 31 anos, morador na Vila Nasser em Campo Grande, foi preso pelos policiais do DOF com cinco mil comprimidos de ecstasy e oito pedras de metanfetamina, droga estimulante que atinge o sistema nervoso central.

04cinco

Ele foi preso na tarde desta sexta-feira (3), na MS-164, por volta das 16h30, quando seguia em um ônibus que saiu de Ponta Porã e tinha como destino a Capital Campo Grande.

Os policiais do DOF (Departamento de Operações de Fronteira) abordaram o ônibus e encontram a droga escondidos em luminárias que estavam no bagageiro. O empresário Rodrigo do Amaral, ao perceber que os policiais havia encontrado a droga tentou corre, mas acabou preso.

Questionado, o acusado disse ter comprado os comprimidos por R$ 50 mil na Linha Internacional, divisa entre o Brasil e Paraguai através de Ponta Porã. Ele contou que comercializaria cada comprimido por R$ 30 em festas rave, e que os maiores consumidores seriam jovens de classe média alta da Capital sul-mato-grossense.

Rodrigo, contou ainda que seria a segunda vez que comprava essa droga na fronteira. O empresário disse que na capital a metanfetamina, é conhecida também por MD-MA ou cristal, droga seria cinco vezes mais forte que o ecstasy.

Segundo informações do DOF, esta foi a maior apreensão do tipo dessa droga no Estado em 2015, e uma das maiores do País. O empresário foi autuado em flagrante acusado de tráfico de droga.

Comentários

comentários