Empresa de suínos vai gerar 100 empregos diretos em Sidrolândia

Da Redação

Como resultado de uma política de atração de investimentos em Mato Grosso do Sul, a Cooperalfa confirmou nesta quarta-feira (16) a instalação de uma unidade produtora de leitões em Sidrolândia, com geração de 100 empregos diretos.

A novidade foi comunicada pelo presidente da cooperativa, Romeo Bet, ao governador Reinaldo Azambuja e ao secretário Jaime Verruck (Meio Ambiente, Desenvolvimento Econômico, Produção e Agricultura Familiar) e o secretário Eduardo Riedel (Governo e Gestão Estratégica). Bet estava acompanhado dos 1º e 2º vice-presidentes, respectivamente, Cládis Jorge Furlanetto e Edilamar Wons.

Para Verruck, a unidade irá agregar valor à produção local e ajudar na diversificação da economia. “Esse investimento faz parte de toda a estratégia do Governo do Estado de continuar agregando valor a nossa produção local, transformando milho, farelo em proteína animal. Além disso, diversifica a nossa base produtiva já que a suinocultura é uma atividade que ainda não existia em Sidrolândia. A unidade agrega valor e gera empregos no município e também em toda a região já que outros produtores serão inseridos para que possam recepcionar esses leitões”, explicou.

O investimento direto da cooperativa será de R$ 100 milhões. Outros R$ 160 milhões virão de futuros parceiros produtores. A Cooperalfa já atua em Mato Grosso do Sul com unidades de armazenagens em Dourados e Sidrolândia, além da fábrica de ração e silo em Nova Alvorada do Sul. Os empresários já apresentaram pedido de incentivo e deverão contar com recursos do FCO (Fundo Constitucional de Financiamento do Centro-Oeste);

A estimativa é de o alojamento em Sidrolândia ser feito já no próximo ano. O número de matrizes alojadas será de 10 mil. Após engordados, os leitões serão enviados para abate na cooperativa Aurora, de São Gabriel do Oeste, que já possui a ampliação de sua planta.

Fundada em 1967 em Chapecó (SC), a Cooperalfa tem unidades de atendimento em Santa Catarina, Rio Grande do Sul, Paraná e Mato Grosso do Sul atuando no fomento e comercialização da produção agropecuária de milho, soja, trigo, feijão, suinocultura, avicultura e leite; na produção de sementes, rações e suplementos; industrialização de trigo, soja e milho; e na rede de supermercados, lojas agropecuárias e postos de combustíveis.

Fendt

Na mesma reunião, Reinaldo Azambuja e Jaime Verruck receberam ainda um representante da Fendt, que está construindo uma unidade em Sidrolândia e vai edificar mais quatro em Mato Grosso do Sul. A de Sidrolândia deve entrar em operação até o fim do ano. Referência nacional no seguimento, a Fendt é uma fabricante de equipamentos agrícolas como tratores, plantadeiras e máquinas de colheita.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor, insira seu cometário!
Por favor, insira seu nome aqui