Emha realiza mutirão de fiscalização de imóveis no Jardim Canguru e Centro-Oeste

Silvio Ferreira

Residencial Jardim Canguru. Foto: Arquivo

Neste sábado (29), a EMHA (Agência Municipal de Habitação de Campo Grande) realiza um mutirão de fiscalização nos residenciais Jardim Canguru e Centro-Oeste, que terá como alvo irregularidades como venda, aluguel, cedência ou abandono dos imóveis dos beneficiários.

Em junho durante entrevista ao programa Tribuna Livre da Capital 95 FM, e ao portal de notícias Página Brazil, o diretor-presidente da (Emha), Enéas José de Carvalho Netto relatou que “a agência estava à beira de um colapso econômico e financeiro, sem dinheiro sequer para poder pagar sua folha de servidores” quando a atual gestão municipal assumiu.

Na ocasião, Netto anunciou que a nova gestão estava adotando providências para reverter o quadro. No mês anterior, a Câmara de Vereadores de Campo Grande aprovou projetos como o “Viver Bem Morena”, que inclui o refinanciamento de dívidas de mutuários inadimplentes – 91% dos beneficiários da agência municipal, com uma dívida acumulada de R$ 60 milhões – e medidas de regularização da titularidade dos imóveis, cuja negociação é proibida.

Entre as medidas que estavam nos planos da EMHA, está o aumento do rigor na fiscalização do grande número de denúncias de irregularidades envolvendo imóveis dos conjuntos residenciais na Capital. Promessa que começa a ser cumprida neste sábado.

Comentários

comentários