Embriagados, 4 são presos em blitz e dois por causar acidentes na Capital

Da Redação

Seis motoristas foram presos por dirigirem embriagados entre a noite de ontem e madrugada deste domingo (17). Quatro foram flagrados em blitz na região central de Campo Grande e outros dois por causarem acidentes no Estrela Dalva e no Universitário.

Os casos da blitz próximo a Morada do Baís foram registrados na Depac Centro, que está instalada temporariamente no 2ª DP. (Foto: Paulo Francis).

Sem CNH (Carteira Nacional de Habilitação), um homem de 39 anos foi preso durante blitz da Lei Seca na madrugada deste domingo. Ele conduzia um VW Parati Club, que foi removida ao Detran por documento vencido. O resultado do bafômetro foi de 0,69 mg/l.

Um rapaz de 26 anos foi preso por embriaguez, porte de droga para consumo e direção perigosa na Rui Barbosa com a 15 de Novembro. Conforme o registro, o Pálio conduzido pelo rapaz furou o sinal da Sete de Setembro e quase colidiu com a viatura da polícia.

Com o condutor e uma passageira de 20, os militares encontraram 6,05 gramas de maconha e dentro do carro um dechavador, dois copos de cerveja e dois copos de clorofórmio. O motorista fez o bafômetro na delegacia e resultou em 0,49 mg/l. A CNH foi recolhida.

Na mesma blitz, um jovem de 25 anos acabou preso. Ele conduzia um VW Novo Gol e o resultado do bafômetro foi de 0,46 mg/l. O carro foi liberado para um amigo. Um motociclista de 23 anos também foi preso na blitz. Ele conduzia uma Honda CG e o teste do bafômetro resultou em 0,40mg/l.

Já no Estrela Dalva, um homem de 33 anos foi preso por embriaguez e falta de CNH. A Polícia Militar foi chamada para atender um acidente na Rua Maracani em que uma Belina havia colidido na traseira de uma Strada. O suspeito tentou fugir do local, mas bateu em uma árvore. O bafômetro resultou em 0,75 mg/l. O veículo foi levado ao pátio do Detran.

No Bairro Universitário, um homem de 35 anos foi preso por embriaguez ao volante e desacato. Uma condutora envolvida no acidente contou que saiu do serviço e estacionou o carro na Rua João Maiolino para comprar um lanche, quando o teve o veículo atingido.

A PM foi acionada, mas o autor, visivelmente embriagado, se recusou a fazer o teste do bafômetro e por estar muito agitado e agressivo foi algemado. Foram confeccionados termo de constatação de alteração da capacidade psicomotora e notificações da recusa e condução de veículo sob efeito de álcool. Na delegacia, o motorista começou a xingar e a ameaçar os policiais. A esposa foi até a Depac (Delegacia de Pronto Atendimento Comunitário) e recolheu os pertences do autor.

Comentários