Em protesto, professores cruzam os braços na sexta-feira

Professores vão paralisar as atividades na sexta-feira em Mato Grosso do Sul. A decisão, tomada em assembleia na Fetems (Federação dos Trabalhadores em Educação de MS), contempla o que os educadores chamam de “Dia Nacional de Lutas em defesa dos direitos da classe trabalhadora e da democracia”.

Educadores decidiram por paralisação em assembleia semana passada (Foto: Divulgação )
Educadores decidiram por paralisação em assembleia semana passada (Foto: Divulgação )

De acordo com o presidente da Fetems, Roberto Magno Botareli Cesar, após debate com a categoria sobre as perdas de direitos na educação pública e as recentes declarações e decisões do atual governo interino de Michel Temer, as unidades escolares serão paralisadas. Haverá mobilização em Campo Grande, às 9h, na Praça do Rádio Clube, com participação de profissionais de todo o estado.

As propostas do governo provisório, segundo o presidente da Fetems, prejudicam os profissionais da educação, como a alteração do reajuste do piso salarial nacional e medida que prevê o fim do concurso público. Embora a paralisação é para todo o estado, cada unidade escolar analisa se irá aderir ao movimento.

Comentários

comentários