Em noite ‘fabulosa’, Calleri repete Luis Fabiano em gols e expulsão

Jonathan Calleri foi um dos protagonistas da partida desta quinta-feira, em La Paz, contra o The Strongest (BOL). O gol decisivo para o São Paulo se classificar foi o oitavo dele na Copa Libertadores América, torneio do qual é artilheiro isolado. O tento ainda o colocou no mesmo patamar de um dos maiores ídolos recentes da história do time paulista.

Calleri correu bastante e saiu no segundo tempo para dar lugar a Alan Kardec (Foto: AIZAR RALDES/AFP)
Calleri correu bastante e saiu no segundo tempo para dar lugar a Alan Kardec (Foto: AIZAR RALDES/AFP)

Até o argentino dar as caras contra no Estádio Hernando Siles, o centroavante Luis Fabiano era o maior goleador do Tricolor em apenas uma edição da competição internacional. A marca de Fabuloso foi alcançada em 2004, quando a equipe que era treinada por Cuca parou no Once Caldas (COL) na semifinal.

Jony ainda reviveu Luis Fabiano ao ser expulso depois do fim da partida – assim, não encara o Toluca (MEX) no jogo de ida das oitavas de final. O argentino, que já havia irritado os bolivianos por já falar em um possível encontro com o Boca Juniors (ARG), seu ex-clube, foi cercado pelos rivais ao entrar em campo e levou três agressões. O árbitro chileno Roberto Todar fez vista grossa para os atos dos mandantes, mas expulsou Calleri.

Em 2013, Fabuloso fez o mesmo contra o Arsenal de Sarandí (ARG). Os tricolores haviam empatado no Pacaembu e o artilheiro brigou com o trio de arbitragem no gramado. O comportamento explosivo acarretou em quatro jogos de gancho da Conmebol e o camisa 9 voltou somente no jogo de volta das oitavas de final contra o Atlético-MG.

Voltado às marcas positivas, Calleri agora está a apenas dois gols de Pedro Rocha na lista de artilheiros estrangeiros do São Paulo na Libertadores. O uruguaio anotou dez tentos na década de 1970, quando disputou duas edições do torneio. Na lista geral, ele é o sexto, com o mesmo número de gols de Washington, Grafite e Terto. A média de Jony, porém, é maior: 1,14. (Lancepress!)

Comentários

comentários