Michel Temer deixa cúpula do G20 antes do fim

Temer se despede antes do fim do o G20, que reúne líderes das maiores economias do mundo. Foto Presidência da Repúblicaemer

O presidente Michel Temer embarcou na manhã deste sábado (8) de volta ao Brasil depois de pouco mais de 30 horas de passagem por Hamburgo, na Alemanha, onde participou da cúpula do G20. A informação é da Folha de S.Paulo. Enquanto cresce a crise política que ameaça o seu governo, o pemedebista limitou-se a dizer à imprensa que está “tranquilíssimo”.

Com o retorno antes do fim da cúpula, Temer perde a última sessão do G20 com líderes como o presidente norte-americano Donald Trump e o francês Emmanuel Macron. Temer também não acompanhou a emissão do comunicado conjunto — tradicional documento do fim do encontro.

Durante a breve viagem à Europa, ganharam força as articulações políticas para que o presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ), substitua Temer no Palácio do Planalto. O senador Cássio Cunha Lima (PSDB-PB) chegou a dizer que, se depender da tramitação da denúncia contra o peemedebista na Câmara, “dentro de 15 dias o país terá um novo presidente”. Já o senador Tasso Jereissati (PSDB-CE), presidente interino do partido, ainda declarou que Maia “tem condições” de conduzir a transição do país até as eleições de 2018.

Na sexta-feira (7), o presidente disse que a declaração de Lima foi “força de expressão”.

“— Vamos esperar 15 dias, não é verdade? Vamos esperar. Às vezes as pessoas se entusiasmam — declarou.”

Temer também afirmou que sua preocupação quanto a uma eventual debandada da base aliada é “zero” e que confia “plenamente” em Maia:

“— Acredito plenamente. Ele só me dá provas de lealdade.”

Comentários