Em meio à dificuldades financeiras, Hospital do Câncer recebeu R$1,5 milhão de ganhador da Mega-Sena

Em entrevista coletiva concedida na manhã desta segunda-feira (01), o presidente do hospital do Câncer Alfredo Abrão, Carlos Alberto Coimbra, fez um balanço das dificuldades financeiras que a instituição médica enfrenta em meio à crise econômica nacional e municipal. Coimbra relacionou os esforços da instituição para manter todos os serviços prestados pelo hospital e para ampliar a estrutura física e de atendimento da unidade, que é referência no tratamento de câncer em Mato Grosso do Sul. Hoje, a unidade médica realiza uma média de 132 mil atendimentos por mês e a meta é elevar esse número para 160 mil atendimentos com a inauguração de dois novos andares na estrutura da instituição.

Planos em meio à crise – Coimbra informou que apesar das dificuldades, o Alfredo Abrão tem boas perspectivas. Através de negociações com o Estado e o Governo Federal, o hospital estima receber em breve R$4,5 milhões, entre emendas parlamentares estaduais e federais, recursos que só podem ser aplicados em investimentos na infra-estrutura e deverão ser aplicadas na continuidade do processo de ampliação da unidade médica. O presidente do hospital anunciou o início das obras dos dois novos andares que contarão com dez consultórios médicos e unidades para exames. Coimbra anunciou ainda que o governo do Estado sinalizou a possibilidade de repasses para outros sete andares.

DSC_0094
Mesmo em meio à crise que o país atravessa, hospital que é referência no tratamento de câncer em MS mantém planos de aumento de estrutura e atendimento – Foto: Silvio Ferreira

De imediato, o presidente do hospital Alfredo Abrão informou que o governo do Estado condicionou o aumento do repasse dos atuais R$ 100 mil por mês, para R$400 mil, à entrega dos dois andares que têm previsão de entrega para os meses de setembro ou outubro. Nestes dois andares, o hospital contará com dez consultórios e salas para exames.

Solidariedade – Coimbra agradeceu ainda o sucesso do leilão pela vida realizado no último dia da Expogrande, que arrecadou R$800 mil, a realização de um novo leilão nos próximos dias, no Interior do Estado. O presidente do hospital aproveitou para agradecer a colaboração da população campo-grandense, que doa mensalmente, cerca de R$200 mil.

Dentre esses doadores, um se destacou no mês passado: um ganhador da Mega-Sena doou R$1,5 milhão ao hospital. O doador não teve o nome divulgado. Tanto os recursos doados através do sistema de telemarketing do hospital, quanto os doados pelo sortudo ganhador da Mega-Sena, podem ser aplicados no custeio da instituição.

Silvio Ferreira

 

Comentários

comentários