Em jogo ruim, Flamengo e Atlético-GO estreiam sem gols na Copa do Brasil

Globo Esporte/JN

Ederson retorna mais de 10 meses depois, mas pouco ajuda Rubro-Negro cheio de reservas. Equipe goiana usa cinco estreantes e segura resultado

De um lado, um time repleto de reservas três dias após a conquista do Campeonato Carioca. De outro, uma equipe com cinco estreantes e ainda se entrosando. Em campo, pouco futebol apresentado na estreia de Flamengo e Atlético-GO pela Copa do Brasil. Em um Maracanã com bom público, as equipes fizeram um jogo de ida pelas oitavas de final pouco movimentado e saíram com o 0 a 0.

Klever sai mal e Damião não aproveita no 0 a 0 no Maracanã (Foto: Globo Esporte)

O JOGO

O Flamengo dominou a posse de bola na etapa inicial – chegou a ter 74% em determinado momento -, mas quase não criou jogadas que levassem perigo ao Atlético-GO. As melhores chances surgiram em cruzamentos pelo lado esquerdo. Primeiro, aos 29, com Damião aproveitando falha de Klever mas mandando para fora, e depois, aos 44, em cabeçada forte de Paquetá que o goleiro do Dragão espalmou muito bem. O melhor momento dos visitantes foi o último lance do primeiro tempo, em bola parada levantada na área quase alcançada por Júnior Viçosa.

No segundo tempo, o Flamengo voltou com Pará na vaga de Gabriel, repetindo a recente fórmula de sucesso ao colocar Rodinei como ponta. Mas não funcionou muito, apesar de o camisa 2 ter colocado bola na trave em lance de perigo aos 8 minutos. O Atlético-GO encontrou mais espaços, jogou mais perto do gol adversário, e seguiu levando perigo apenas em bolas paradas. Ederson e Felipe Vizeu entraram, mas não conseguiram levar os donos da casa ao gol. Os visitantes tiveram oportunidade com Walterson livre na área aos 40, mas o atacante mandou por cima.

PRÓXIMOS JOGOS

Pela Copa do Brasil, os times voltam a se enfrentar no dia 24 de maio, no Serra Dourada. Quem vencer avança, e qualquer empate com gols dará a classificação ao Flamengo. Um 0 a 0 leva a decisão para os pênaltis.

Já neste fim de semana, ambos iniciam campanhas pelo Campeonato Brasileiro. O Rubro-Negro carioca pega o Atlético-MG no sábado, às 16h, no Maracanã, enquanto a equipe goiana vai visitar o Coritiba, no Couto Pereira, às 20h de segunda-feira.

PÚBLICO E RENDA
Presentes: 33.161
Pagantes: 29.092
Renda: R$ 816.820,00

DESTAQUES

O retorno de Ederson
O camisa 10 rubro-negro voltou a participar de um jogo após mais de 10 meses – lesionou-se em duelo contra o Corinthians no dia 3 de julho de 2016, pelo Brasileiro. Começou no banco e entrou na vaga de Matheus Sávio aos 23 do segundo tempo, após ter seu nome gritado pela torcida. Participando pouco do jogo, tentou dez passes e errou apenas um.

Cheio de estreias

Cinco jogadores que começaram a partida pelo Atlético-GO, quase meio time, fizeram seu primeiro jogo oficial com a camisa da equipe goiana. Foram eles: Eduardo, Marcão, Igor, Walterson e Everaldo. E o técnico Marcelo Cabo demonstrou confiança no potencial de seus comandados, fazendo substituições apenas para ganhar tempo, aos 49 da etapa final.

 

Comentários