Em jogo com Diego Souza ‘de goleiro’, Flamengo empata com Sport no Maraca

Após estar perdendo por 2 a 0, Rubro-Negro reage e aproveita fato de meia ser improvisado na meta do clube pernambucano para sair ao menos com empate em 2 a 2 neste domingo

A má impressão deixada pelo Flamengo na reta final do Campeonato Carioca e na estreia no Campeonato Brasileiro, diante do São Paulo, continuou neste domingo no Maracanã. O time rubro-negro ao menos mostrou raça ao buscar o empate de 2 a 2 com o Sport, após estar perdendo por 2 a 0 e ouvir muitas vaias da torcida.

17SPOR

A torcida, que fez o tradicional pedido de raça logo após o segundo gol do Sport, gritou também a plenos pulmões que “quer jogador”, num claro recado à diretoria. Se os dirigentes entenderam, não se sabe, mas os jogadores resolveram jogar bola e buscaram a igualdade no Maracanã, que evitou a segunda derrota no Brasileiro.

Pois jogando em casa e depois de uma estreia decepcionante, o Flamengo precisava de uma atuação bem melhor do que a deste domingo. No primeiro tempo, praticamente assistiu ao Sport jogar, e passou longe da área adversária. Quando parecia que a partida iria para o intervalo com um empate sem gols, Canteros derrubou Joelinton na área. Pênalti que Diego Souza, com uma camisa número 87 em alusão à eterna dis- cussão entre os dois clubes, bateu para abrir o placar aos 46 minutos.

Na volta para o segundo tempo, Luxemburgo tirou os inoperantes Jonas e Almir e fez entrar Márcio Araújo e Paulinho. Mas o Flamengo continuou sendo pouco ousado. As vaias aumentaram e o Sport soube aproveitar. Numa bela tabela com Joeliton, Elber fez o segundo. Os rubro-negros de Pernambuco na arquibancada gritaram “Segunda Divisão”, enquanto os do Rio fizeram o tal grito por reforços. O Sport, então, recuou. No desespero, o Flamengo diminuiu. Alecsandro deu o passe para Canteros marcar já aos 28 minutos.

A torcida voltou a apoiar e o time cresceu, senão na base da qualidade, na raça pedida pela arquibancada. Magrão, goleiro do Sport, saiu machucado quando o time já havia feito as três substituições. O jogo ficou parado por sete minutos, Diego Souza foi para o gol e o Flamengo soube se aproveitar no “abafa”.

Aos 50 minutos, Everton deixou tudo igual. A partida ainda passou dos 58 minutos, mas ficou mesmo no empate, que acabou sendo o resultado mais justo.

FICHA TÉCNICA FLAMENGO 2×2 SPORT

Local: Maracanã, no Rio de Janeiro (RJ)
Árbitro: Dewson Fernando Freitas da Silva (Fifa/PA)
Assistentes: Alessandro Rocha Mattos (Fifa/BA) e Marcio Dias (PA)
Renda / Público: R$ 1.058.102,50 / 28.794 pagantes (34.459 presentes)
Gols: Diego Souza (0-1), 46’1ºT), Elber (0-2) 23’2ºT, Canteros (28’2ºT), Everton (2-2), (50’2ºT)
Cartões amarelos: Jonas, Canteros (FLA), Matheus Ferraz (SPT)

FLAMENGO: Paulo Victor, Pará, Bressan, Wallace e Anderson Pico (Eduardo Silva, 34/2ºT); Jonas (Márcio Araújo, intervalo), Canteros e Almir (Paulinho, intervalo); Gabriel, Everton e Alecsandro. Técnico: Vanderlei Luxemburgo

SPORT: Magrão, Samuel Xavier (Vitor, 21/2ºT), Matheus Ferraz, Durval e Renê; Rithely, Wendel, Diego Souza e Elber; Mike (Rodrigo Mancha, 7/2ºT) e Samuel (Joelinton, 34/1ºT). Técnico: Eduardo Baptista

LANCEPRESS!

Comentários

comentários