Em fuga, suspeito de matar parente confessa crime em rede social e avisa: ‘Não vou me entregar’

Um norte-americano suspeito de matar o ex-sogro está sendo procurado pela polícia de Fayetteviile, na Carolina do Norte, nos Estados Unidos. Anthony Curtis Macneill, de 32 anos, é apontado como o responsável pela morte de Eugene Racine, de 48, que era avô de sua filha pequena, na manhã do último domingo. Após o homicídio, o jovem postou em uma rede social dizendo que havia matado alguém e que não se entregaria. As informações são do jornal “CBS News”.

Suspeito pelo crime é procurado Foto: Reprodução / Facebook
Suspeito pelo crime é procurado Foto: Reprodução / Facebook

Em uma série de publicações em seu perfil no Facebook, Macneill escreveu: “Acabei de matar alguém… Estou deixando a Carolina do Norte. Adeus a todos”. Depois, postou: “Eu sabia que não ia viver até os 35 anos”. Em seguida, um aviso: “Eu não vou me entregar. Se eu não conseguir sair da Carolina do Norte, eu vou atirar em mim mesmo”. Por fim, ele publicou uma mensagem de despedida: “Adeus meus amigos e quem se importa”.

De acordo com a polícia local, o suspeito está armado e é considerado perigoso. Ele fugiu logo após o crime. Macnelli foi até a casa da vítima, que o confrontou e acabou baleado. Os dois homens tinham constantes desavenças. Investigadores acreditam que o suspeito teria ido até o local para atacar a ex-companheira, mas o idoso o impediu.

Foram vizinhos que ouviram o som de tiros e acionaram as autoridades. A vítima já estava morta quando as equipes de resgate chegaram. A filha do suspeito, de 15 meses, que vive na casa, nada sofreu.

Para encontrar o suspeito, a polícia destacou inclusive agentes da companhia de cães. Ainda não há pistas sobre o paradeiro dele.

Comentários

comentários