Em Campo Grande 80% dos postos já têm combustíveis

Da Redação/JN

Cerca de 80% dos postos de Campo Grande já têm combustíveis para atender a população. A informação foi repassada nesta segunda-feira (28), pelo o gerente do Sindicato do Comércio Varejista de Derivados de Petróleo e Lubrificantes (Sinpetro-MS), Edson Lazaroto.

Edson Lazaroto, gerente do Sinpetro-MS (Foto: Reprodução )

Lazaroto explicou que caminhões com combustível já estão circulando normalmente das oito distribuidoras da cidade até as revendas.

Em contrapartida, para o interior do estado, ele explica que os carregamentos estão saindo escoltados pela Policia Militar e Exército, para cidades como Corumbá, Dourados e Amambaí, e que o desabastecimento ainda é grande.

“Dos 60 municípios do estado em que não tínhamos combustível no sábado, conseguimos enviar no máximo para 15 até está segunda-feira”, comenta.

A falta de combustíveis foi um dos reflexos da greve dos caminhoneiros. Caminhões carregados ficaram nos pontos de manifestação nas estradas e piquetes e mobilizações ocorreram também diante das distribuidoras, para impedir a saída de veículos carregados.

Em Campo Grande a corrida aos postos de combustíveis começou na tarde de quarta-feira (23). Na sexta-feira (25) à noite eram poucos os estabelecimentos com gasolina, etanol e óleo diesel. Filas e mais filas nos locais onde ainda havia os produtos.

No sábado (26), carretas com combustíveis começaram a sair das distribuidoras para os postos da capital. Mais uma vez, filas. No domingo (27), muitos estabelecimentos da capital e do interior e receberam combustíveis e, em alguns, fila.

De acordo com as polícias rodoviárias federal (PRF) e estadual (PMRV), nesta segunda-feira existem 50 pontos de manifestação em Mato Grosso do Sul, sendo 31 nas rodovias estaduais e 19 nas estaduais.

Comentários