Eleições nos EUA têm mais um dia decisivo

Cinco estados nos EUA terão primárias eleitorais democratas e republicanas nesta terça (15). As atenções se voltam principalmente para a Flórida, que tem um dos maiores contingentes de delegados do país, mas também haverá votações em Illinois, Missouri, Carolina do Norte e Ohio.

Hillary Clinton e Donald Trump (Foto: Reuters/Carlos Barria/Chris Keane)
Hillary Clinton e Donald Trump (Foto: Reuters/Carlos Barria/Chris Keane)

Os locais de votação são abertos entre 7h30 e 21 horas (horário de Brasília), de acordo com o estado e a região.

A Flórida é considerada um estado chave principalmente para os republicanos, já que aquele que vencer no estado leva todos os seus 99 delegados de uma vez. O mesmo acontece em Ohio, onde há 66 delegados em disputa. Mas também para os democratas a Flórida, com seus numerosos 246 delegados, é de extrema importância.

REPUBLICANOS

De acordo com pesquisas, Trump deve ganhar na Flórida, embora esse seja o estado de Marco Rubio, e ameaça a vitória de John Kasich em Ohio, estado onde este é o governador. Donald Trump também lidera as pesquisas nos outros três estados que votam nesta terça.

Uma média de pesquisas elaborada pelo site Huffington Post mostra Trump com 45,2% na Flórida, contra 23,5% de Rubio. Em Illinois, Trump tem 36,4%, contra 25,4% de Ted Cruz. Em Missouri, Trump tem 36%, contra 29% de Cruz. Na Carolina do Norte, Trump aparece com 39,3%, seguido por Cruz, com 24,9%. Em Ohio, há um empate técnico e Trump e Kasich lideram em diferentes pesquisas. Na média, porém, Kasich está na frente, com 40,1%, contra 37% de Trump.

DEMOCRATAS

Hillary Clinton lidera em quatro estados que votam nesta terça, e aparece um ponto atrás deBernie Sanders no quinto. O senador lidera em Missouri, com 47% a 46%, também de acordo com o Huffington Post. Um segundo estado onde a disputa pode se tornar mais acirrada é Illinois, onde Clinton tem 48,8% e Sanders 41,1%. Em Ohio, Clinton lidera com 53,3% contra 41,5%. Mas é na Carolina do Norte, com 54,8% a 34,6%, e na Flórida, com 60,3% a 32,5%, que a ex-secretária de Estado deve garantir suas vitórias mais expressivas nesta terça.

DELEGADOS

As primárias de terça irão atribuir 358 delegados republicanos, sendo 99 na Flórida, 72 na Carolina do Norte, 69 em Illinois, 66 em Ohio e 52 em Missouri. Além disso, um caucus nas Ilhas Marianas do Norte, também marcado para 15 de março, irá eleger seis dos nove delegados das ilhas.

Entre os democratas, 691 delegados serão atribuídos. A maioria virá da Flórida, com 214, seguida pelos 156 de Illinois, 143 de Ohio, 107 da Carolina do Norte e 71 de Missouri.

Um republicano precisa ter pelo menos 1.237 votos para ser indicado por seu partido. Até agora, Trump tem 460, Cruz tem 370, Rubio tem 163 e Kasich tem 63. No Partido Democrata, uma indicação depende de pelo menos 2.383 votos. Por enquanto, Hillary Clinton conta com 1.234, enquanto Bernie Sanders soma 579.

PRÉVIAS

Até o dia 14 de junho (veja o calendário completo), eleitores de todo o país irão indicar delegados para representá-los nas convenções de cada partido.

Tanto primárias quanto caucuses têm duas modalidades diferentes: fechada, na qual votam apenas os eleitores registrados em cada partido, e aberta, em que qualquer eleitor pode votar no pré-candidato que escolher de um dos partidos (mas não nos dois). Alguns estados, como Ohio, Califórnia e Nova Jersey, adotam um sistema misto.

Os dois partidos definem em julho quem serão seus candidatos oficiais. A convenção do Partido Republicano acontece antes, entre os dias 18 e 21 de julho, em Cleveland, Ohio. Já o Partido Democrata aponta seu candidato oficial ao final de uma convenção realizada entre 25 e 28 de julho, na Filadélfia, Pensilvânia.

A eleição presidencial será realizada em 8 de novembro. (G1)

Comentários

comentários