Égua morre por falta de água e alimento; idoso é autuado por maus-tratos

Um idoso de 87 anos, morador de Batayporã, foi autuado ontem (16) pela Polícia Militar Ambiental (PMA) por maus-tratos a uma égua e um potro. Os animais foram abandonados e a égua não resistiu e morreu.

Foto: Divulgação
Foto: Divulgação

O filhote estava sem comida e água, ao lado do cadáver da mãe. A PMA pediu a um veterinário da vigilância sanitária para avaliar o que teria causado a morte do animal. O laudo confirmou que o motivo foi abandono. A égua morreu por falta de alimentos e água.

A PMA localizou o proprietário dos animais e conduziu à Delegacia de Polícia Civil de Batayporã. A pena para este crime é de três meses a um ano de detenção.

O autuado, o idoso também recebeu multa administrativa de R$ 1.000,00. A infração administrativa será julgada pelo Instituto de Meio Ambiente de Mato Grosso do Sul (Imasul).

Comentários

comentários