Eficiente, Ponte Preta volta a vencer e aumenta jejum do Fluminense

Mesmo com muitas dificuldades, a Ponte Preta finalmente voltou a vencer depois de quatro partidas no Campeonato Brasileiro. O time de Campinas bateu o Fluminense por 1 a 0 no estádio Moisés Lucarelli, em Campinas, neste domingo.

ESP
ESPN

Após 36 rodadas disputadas, a equipe comandada por Eduardo Baptista chegou aos 49 pontos e foi para a nona colocação. Com a mesma pontuação, os cariocas agora tem oito partidas sem triunfar e caíram para a décima posição.

Em homenagem ao Dia da Consciência Negra, a equipe campineira trajou um uniforme todo negro. Além disso, o goleiro Aranha, vítima de racismo na Arena do Grêmio pela Copa do Brasil de 2014 quando jogava pelo Santos, deu o pontapé inicial.

No primeiro tempo, os visitantes tiveram maior domínio da partida e criaram boas chances.

A melhor delas foi aos 22 minutos, quando Richarlison recebeu dentro da área e chutou cruzado, mas Aranha fez a defesa. A zaga rebateu, mas a bola sobrou para Cícero, que cabeceou no canto direito, mas o goleiro salvou outra vez.

Os donos da casa, porém, foram mais eficientes e abriram o placar com Wendel. Rhayner tocou para Wendel, que dominou tirando Henrique da jogada. O camisa 10 acertou uma bomba dentro área e venceu Júlio César.

No segundo tempo, Marcão fez mudanças para tornar seu time mais ofensivo. Colocou os atacantes Magno Alves e Marcos Júnior. Aos 14, Wellington Silva cruzou pelo lado direito na cabeça do “Magnata”, mas Aranha fez boa defesa.

O arqueiro do time de Campinas fez outra boa intervenção, aos 28. Richarlison dividiu pelo alto, tocou na bola, mas Aranha pegou.

No contra-ataque, a Ponte Preta quase ampliou, aos 36. Jeferson correu pelo lado direito do ataque e cruzou para Rhayner, que chutou de primeira. A bola bateu na rede pelo lado de fora.

No escanteio para o time tricolor, aos 48 minutos, o goleiro Júlio César tentou cabecear, mas não conseguiu. Rhayner puxou o contra-ataque e ia finalizar com o gol livre, mas foi derrubado por Douglas. O volante recebeu o segundo cartão amarelo e foi expulso.

Na próxima rodada do Campeonato Brasileiro, a Ponte Preta enfrentará o Botafogo no estádio Luso-Brasileiro, no sábado (26.11), às 20h.

Já o Fluminense visitará o Figueirense no estádio Orlando Scarpelli, em Florianópolis, no domingo (27.11), às 19h30.

FICHA TÉCNICA:
PONTE PRETA 1 X 0 FLUMINENSE

Local: Estádio Moisés Lucarelli, em Campinas (SP)
Data: 20 de novembro de 2016, domingo
Hora: 17h (de Brasília)
Árbitro: Marielson Alves Silva (BA)
Assistentes: Alessandro Rocha de Matos (BA) e Elicarlos Franco de Oliveira (BA)
Renda: R$ 40.220,00
Público: 4.981 pagantes
Cartões amarelos: Wendel, João Vitor e William Potker (Ponte Preta); Pierre e Gustavo Scarpa (Fluminense)
Cartão vermelho: Douglas (Fluminense)
GOL: PONTE PRETA: Wendel, aos 41min do primeiro tempo

PONTE PRETA: Aranha, Nino Paraiba (Jefferson), Antonio Carlos, Douglas Grolli e Breno Lopes; João Vitor, Wendel (Ravanelli) e Matheus Jesus; Rhayner, William Potker e Clayson (Wellington Paulista). Técnico: Eduardo Baptista

FLUMINENSE: Julio Cesar, Wellington Silva, Gum, Henrique e Giovanni; Pierre (Marcos Júnior), Douglas, Marquinho (Magno Alves), Cícero e Gustavo Scarpa (Danilinho); Richarlison. Técnico: Marcão (interino)

Comentários

comentários