Eduardo Cury é empossado vereador e Jamal retorna ao cargo

A Câmara Municipal de Campo Grande empossou durante a sessão ordinária dessa terça-feira (1° de setembro) o vereador Eduardo Cury (PTdoB), suplente do vereador licenciado Paulo Pedra (PDT), que deixou a Casa de Leis para assumir o cargo de secretário Municipal de Governo e Relações Institucionais.

Eduardo Cury assume cadeira de Paulo Pedra que assume a secretaria de Governo do município Foto Silvio Ferreira
Eduardo Cury assume cadeira de Paulo Pedra que assume a secretaria de Governo do município Foto Silvio Ferreira

Eduardo Cury é médico, tem 66 anos, é natural de São Paulo-SP, nascido em 19 de março de 1949. Cury é reconhecido pelo trabalho desenvolvido à frente do SAMU (Serviço de Atendimento Móvel de Urgência). Foi eleito suplente de vereador nas eleições de 2012 com 3.440 votos pelo PTdoB.

Cury foi empossado no Plenário Oliva Enciso, onde entregou seu diploma de suplente concedido pelo TRE-MS e os demais documentos necessários para ocupar o cargo.

Em seu pronunciamento oficial, Cury enfatizou que chega a Câmara de Vereadores para somar. “Chego trazendo uma grande bagagem, de 40 anos de profissão, sendo quase 30 em Campo Grande. Pretendo colocar toda essa experiência à disposição da população e da Câmara Municipal. Espero contribuir. é para isso que estou aqui. Vou estar sempre de frente para Campo Grande. Campo Grande não vai me ver de costas. Vou exercer esse mandato, assim como fiz durante toda a minha profissão de médico. Podem ter certeza de que vou trazer o que tenho de melhor e vou trabalhar o máximo que eu posso”, afirmou o parlamentar empossado.

Durante a posse de seu suplente, Paulo Pedra destacou que trabalhará no Executivo em parceria com a Câmara. “Levo pro Executivo toda bagagem que adquiri aqui. Quero agradecer o prefeito Alcides Bernal pela confiança, sei que este é um momento árduo, duro. Essa Casa é feita de contraditórios, pontos e contrapontos. Venho nessa Casa como membro, buscar um governo de coalizão, onde todos vereadores participem com idéias, com propostas e com participação de seus partidos”, disse o secretário.

Jamal Salem, recepcionou o substituto de Pedra chamando – o de  “irmão e companheiro de lutas na saúde” e de “pai do Samu (Serviço de Atendimento Mêdico de Urgência), desejando-lhe sorte na atuação parlamentar.

Jamal retorna à Câmara
Jamal retorna à Câmara

Salem mudou o tom ao falar sobre sua saída da secretaria municipal de saúde, e da oposição dos vereadores que agora passam para a situação durante seu trabalho à frente da pasta: “é claro que houve atuação política para inviabilizar acordos para evitar greves de médicos e enfermeiros, mas apesar dessa oposição nós obtivemos avanços em números de leitos e em qualidade dos serviços prestados à população, então estou com a consciência tranquila e não temo às críticas ao trabalho que fizemos.”

Comentários

comentários