Economistas preveem alta menor na taxa de juros em 2019

VEJA/JP

Analistas financeiros baixaram a previsão da taxa básica de juros (Selic) para 2019 no primeiro Boletim Focus do ano, divulgado nesta segunda-feira, 7, pelo Banco Central.

A expectativa do mercado financeiro é que a Selic fique em 7% ao fim deste ano, 0,13 ponto porcentual menor que no boletim anterior, que estimava 7,13%. Com isso, analistas seguem prevendo alta nos juros em 2019, porém em menor intensidade. Atualmente, a taxa básica de juros está em 6,5%, que é a mínima histórica.

O levantamento foi feito na semana anterior, primeira do governo Jair Bolsonaro.

Em relação ao Produto Interno Bruto (PIB), a pesquisa semanal com uma centena de economistas mostra que o crescimento no ano passado continuou sendo calculado em 1,3%.

Para o crescimento do PIB do ano, a expectativa dos economistas consultados pelo BC é que a economia cresça 2,53%. Na última projeção, os especialistas estimavam o indicador em 2,55%.

Os analistas, porém, não alteraram a expectativa para 2020 e 2021, A previsão continua em 2,5% para ambos os anos.

Inflação e câmbio

Para o Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA), inflação oficial do país, o mercado financeiro manteve a previsão da semana anterior: de 4,01% para 2019. A meta deste estabelecida pelo BC é de 4,25%, com tolerância de 1,5 ponto porcentual para cima ou para baixo.

A expectativa para a inflação de 2018 também foi mantida, em 3,69%. A inflação oficial de 2018 deve ser divulgada na próxima sexta-feira, 11, pelo Instituto Nacional de Geografia e Estatística (IBGE).

Caso a expectativa do mercado se confirme, a inflação do ano anterior ficará abaixo da meta, de 4,5% neste ano, e dentro do intervalo de tolerância previsto pelo sistema. A meta terá sido cumprida se o IPCA ficar entre 3% e 6% em 2018.

As projeções para o dólar também continuaram estáveis pelos economistas consultados pelo Focus. Para este ano, a expectativa é que a moeda feche 2019 cotada em 3,80 reais.  A projeção do mercado financeiro para a taxa de câmbio no fim de 2018 ficou 3,85 reais por dólar.

 

Comentários

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor, insira seu cometário!
Por favor, insira seu nome aqui