Durães se ‘retrata’ sobre ofensa a mãe do prefeito, mas deixa ‘situação constrangedora’, diz presidente da Câmara

joão rocha2-4O presidente da Câmara Municipal de Campo Grande, João Rocha (PSDB), após toda repercussão ontem e em plena confusão nesta quinta-feira (5), afirmou que a declaração de Roberto Durães (PSC), a respeito da mãe do prefeito Alcides Bernal (PP) deixou o Legislativo Municipal em uma “situação constrangedora”. A avaliação hoje, sobre o fato protagonizado pelo parlamentar na terça-feira (3) e que causou, ontem e hoje, revolta na Capital, foi compartilhado por alguns vereadores.

Grupos de mulheres, dos Direitos Humanos e servidores estão na Casa de Leis, neste momento, para pedir a cassação parlamentar. Ele na terça-feira, ao comentar a defesa de um projeto de lei de Chiquinho Telles (PSD), disse que conhece “muito bem” a mãe de Bernal no “silêncio dos edredons”. A declaração casou repercussão negativa e o prefeito inclusive confirmou que acionará o parlamentar na Justiça por danos morais.

Hoje, Durães se retratou no inicio da sessão ordinária e ao presidente da casa de leis, pedindo que sua declaração fosse retirada da ata do Legislativo Municipal. Rocha aceitou, mas disse que a fala deixou a Câmara em uma situação constrangedora. “Não tem mais jeito, palavras ditas são uma faca e fica no registro do mundo. E que causou muito e vai ficar em mais situação constrangedora a toda a Casa”, disse Rocha.

Vereador Roberto Durães (Foto: Câmara CG)
Vereador Roberto Durães (Foto: Câmara CG)

O parlamentar se desculpou e disse que não teve a intenção de ofender a mãe do prefeito e que a briga é política. “Peço perdão e a supressão das palavras erradas dos registros da Casa. Falei de maneira incorreta e que não poderia ter usado de maneira alguma ou em qualquer momento sobre uma mãe e uma senhora idosa”, discursou Durães no inicio da sessão, que ainda não tinha manifestações de repúdio, que ocorreram mais tarde.

O vereador Chiquinho endossou a fala do presidente e disse que a declaração de Durães “não tem reparo”. “Desculpa não repara o dano. Os debates políticos devem permanecer na política e não envolver a família”.

Justificativa

O discurso do vereador seria em resposta a uma afirmação de Bernal. “Hoje o prefeito disse que essa casa aqui é uma corja”, disse Durães, na ocasião, antes de iniciar as ofensas ao prefeito e sua mãe.

Defensor da tradicional família, o último texto protocolado pelo vereador na casa de leis foi o pedido de um título de visitante ilustre ao deputado federal Jair Bolsonaro, seu colega de partido que deverá vir a Campo Grande em maio.

Roberto Durães assumiu a cadeira de vereador, no fim do ano passado, após a cassação de Thaisa Helena (PT), de quem era suplente, com 1.890 votos. Recentemente o ex-petista migrou para o PSC (Partido Social Cristão). Em seu primeiro mandato, o parlamentar é conhecido pelos calorosos discursos em que, normalmente aos berros, defende a moralidade. Também não é a primeira vez que o vereador ataca o prefeito da Capital.

 

Comentários

comentários