Dupla é presa com 840 quilos de maconha em depósito do tráfico

Diligências efetuadas por policiais do DOF (Departamento de Operações de Fronteira) a partir da abordagem de um suspeito, de 33 anos, em um ônibus que fazia o trajeto Ponta Porã/São Paulo, resultou na apreensão de um veículo roubado carregado com 840 quilos de maconha, na noite desta sexta-feira, dia 07 de setembro, na cidade de Ponta Porã, na fronteira com o Paraguai.

Os policiais desconfiaram da atitude suspeito de Willian Rafael Ferreira, durante fiscalização aos passageiros no Posto Fiscal Pacury, na rodovia BR-463. Com ele, os agentes encontraram tickets de pedágio de praças do estado de São Paulo, por onde ele teria passado com uma picape Renalt Oroch, com placas de Belo Horizonte, Minas Gerais, roubada.

Questionado sobre o veículo, o suspeito admitiu tê-lo levado de São Paulo, até Ponta Porã, a mando de outro homem de apelido “Alemão” e que receberia R$ 2 mil pelo serviço. “Alemão” e um comparsa teriam bancado as despesas de Wilian no seu retorno a cidade de origem, mas o pagamento do serviço só seria realizado por depósito, quando ele já estivesse em São Paulo.

O rapaz então levou os policiais até a Rua Caracol, no bairro Coophafronteira, na cidade, onde os agentes encontraram Mecenas Gadelha Aragão, o “Alemão”, de 40 anos. Aos policiais o homem confessou ter vendido o carro por R$ 20 mil a um homem chamado “Dom Rico”, no entanto, teria recebido apenas R$ 5 mil pela venda e estava com o documento do carro para garantir o restante do pagamento.

Mecenas também levou os policiais até uma residência onde foi encontrado apenas o veículo que já estava carregado de maconha. O endereço da Rua Coronel Santana, no Jardim Primor era usado como depósito de drogas e entreposto para o carregamento de veículos usados no tráfico.

A residência é localizada em um ponto estratégico para liberação de cargas de maconha, pois fica a poucos metros da rodovia MS-164, ainda segundo o DOF. Na residência, ninguem foi encontrado.

Contudo, a dupla foi autuada em flagrante por seis crimes, dentre eles associação criminosa e tráfico e foi encaminhada, junto com o carro e a droga ao Defron (Delegacia de Repressão aos Crimes de Fronteira).

A droga totalizou R4 840 quilos de maconha; 6,5 quilos de skunk e 100 gramas de cocaína. Após checagem os policiais constataram que o carro havia sido furtado em Contagem, MG, mas estava com placas falsas, sendo as originais de Santo Antônio do Monte, Minas Gerais.

Comentários

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here