Dupla é presa após rapaz denunciar falso roubo de veículo vendido no Paraguai

Lucas Silva Teza, 23, foi preso em Dourados após denunciar um falso roubo de veículo na Depac (Delegacia de Pronto Atendimento Comunitário). Ele contou que havia sido rendido por bandidos e ficado por mais de 4h sob o domínio dos criminosos.

Lucas disse que teria alugado um carro Fiat Strada em uma agência na cidade de Guaíra (PR), fronteira com Paraguai, quando na madrugada de quarta-feira (27), por volta da 1h30, dois homens armados o renderam enquanto este chegava em casa e exigiram a entrega do veículo.

O rapaz disse ter sido encapuzado e colocado no banco de trás do veículo e ficado sob o poder dos criminosos por mais de quatro horas, sendo posteriormente abandonado em um matagal.

A partir disso os investigadores do SIG (Setor de Investigações Gerais) da Polícia Civil passaram a entrevistar a suposta vítima, até que começaram a surgir contradições. Sem conseguir explicar tais inconsistências, Lucas confessou ter vendido o carro alugado no Paraguai e que teria sido orientado a registrar o boletim de ocorrência em Dourados.

Confessou também que contou com o apoio de um amigo, Josemar Silvério de Souza, 32, que teria também alugado um outro veículo, dessa vez um Ford EcoSport, cujo destino também seria o Paraguai.

Pela venda dos carros a dupla receberia R$ 4 mil cada. Logo após o depoimento de Lucas, Josemar foi localizado pelos investigadores no Centro de Dourados e levado à delegacia. Lá ele negou ter participado do plano criminoso e que teria apenas acompanhado o amigo Lucas até Guaíra para a locação dos automóveis.

O veículo EcoSport foi recuperado pela polícia ainda em Dourados.

A dupla foi presa pela prática de estelionato e falsa comunicação de crime, referente ao roubo..

Comentários