Dourados: Comissões começam a ouvir testemunhas em nova fase para cassação de vereadores

Da Redação

As comissões processantes para os pedidos de cassação dos vereadores afastados da Câmara de Dourados começam nesta semana uma nova fase no processo para cassação dos mesmos. Após a aprovação do prosseguimento no processo de investigação, inicia-se agora fase de instrução com diligências, audiências e oitiva das testemunhas arroladas.

Testemunhas serão ouvidas no Plenarinho da Casa de Leis douradense – Crédito: Thiago Morais.

A primeira oitiva acontece nesta quinta-feira (28), e sexta-feira (29), que ouvirá as testemunhas de Denize Portolann, presa em outubro do ano passada acusada de corrupção na prefeitura de Dourados quando ainda era secretária. A Comissão, composta pelo vereador Ramim (PDT), presidente, Maurício Lemes (PSB), relator, e Bebeto (PR), membro, receberá cinco pessoas para defesa técnica.

Nos dias 2 e 3 de abril, os vereadores Jânio Miguel (PR), presidente, Cido Medeiros (DEM), membro e Junior Rodrigues (PR) relator, ouvirão dez testemunhas arroladas para a defesa de Idenor Machado.

As dez testemunhas de Pedro Pepa serão ouvidas nos dias 4 e 5 de abril, pelo presidente da Comissão, vereador Carlito do Gás (Patriota), o relator Jânio Miguel (PR) e membro, Olavo Sul (Patriota).

Já a Comissão Processante que analisa a investigação de Cirilo Ramão, composta pelo vereador Bebeto (PR), presidente, Junior Rodrigues (PR), relator e Silas Zanata (PPS) membro, ouvirá dez testemunhas nos dias 8 e 9 de abril.

Os três vereadores afastados – Idenor Machado, Pedro Pepa e Cirilo Ramão – são apontados pelo Ministério Público em esquema de corrupção na Câmara de Vereadores.

Após concluída a instrução, as Comissões abrem prazo de cinco dias para os investigados apresentarem suas razões escritas.

Comentários