Doriva não é mais técnico do São Paulo; Milton fica até o fim do ano

O São Paulo anunciou no final da tarde dea segunda-feira que Doriva não é mais técnico da equipe. A informação foi postada no Twitter oficial do clube, com apenas uma mensagem de que o treinador deixou o comando do time profissional, um dia depois de o Tricolor ser derrotado pelo Cruzeiro por 2 a 1, no Mineirão, pela 34ª rodada do Campeonato Brasileiro. O auxiliar Milton Cruz exercerá a função de treinador interino nesta reta final de temporada.

Doriva deixa o São Paulo (Foto: Gazeta Esportiva)
Doriva deixa o São Paulo (Foto: Gazeta Esportiva)

A contratação de Doriva foi o último ato do presidente Carlos Miguel Aidar, que renunciou ao cargo no último dia 13 após surgirem provas de que ele vinha cometendo atividades ilícitas no clube. O fato de o técnico ter sido uma escolha da gestão anterior levantava dúvidas sobre a confiança que o atual mandatário, Carlos Augusto de Barros e Silva, o Leco, depositaria sobre seu trabalho.

A demissão de Doriva, inclusive, é a primeira ação do gerente-executivo de futebol, Gustavo Vieira de Oliveira, em sua volta ao clube. Oliveira havia sido demitido por Aidar em maio desse ano, mas foi reconduzido ao departamento de futebol após Leco assumir a presidência.

“O Gustavo me disse que queria criar um fato novo no São Paulo. E por isso fui demitido”, disse Doriva, de acordo com declarações veiculadas por sua assessoria de imprensa. Os representantes do técnico afirmaram que ele estava em Itu e foi convocado pela diretoria são-paulina para uma reunião durante a tarde. O encontro para comunicar a demissão do treinador durou apenas cinco minutos.

Doriva chegou ao São Paulo no dia 7 de outubro para substituir o colombiano Juan Carlos Osorio, que deixou a equipe para assumir a seleção do México. Vindo da Ponte Preta, ele dirigiu o Tricolor em sete partidas. Além das duas derrotas por 3 a 1 para o Santos nas semifinais da Copa do Brasil, o treinador contabilizou duas vitórias, um empate e outros dois reveses pelo Campeonato Brasileiro.

Gazeta Esportiva

Comentários

comentários