Donos de postos preparam faixas de ‘luto’ contra aumento de imposto

Da Redação/JN

Donos de postos de combustíveis preparam um protesto em todo o país contra o anúncio, pelo governo, do aumento da alíquota do PIS e Cofins que incide sobre a gasolina.

O imposto mais que dobrou, passando de R$ 0,38 para R$ 0,79 por litro

O imposto mais que dobrou, passando de R$ 0,38 para R$ 0,79 por litro. Se a alta de impostos for repassada na íntegra para o consumidor, o litro da gasolina deverá ficar R$ 0,41 mais caro no país.

Para protestar contra a medida do governo, os donos dos postos vão colocar faixas pretas nas bombas de gasolina para caracterizar o “luto” pela decisão.

A data do protesto ainda não foi definida, mas o objetivo é fazer o mais rápido possível, em todo o país.

A estratégia foi acertada durante encontro, em Vitória (ES), dos presidentes dos Sindipostos estaduais.

Os revendedores de combustíveis não querem sair como os “vilões” do aumento do preço da gasolina.

Um dia depois da alta do PIS/Cofins incidente sobre a gasolina, diesel e etanol, os preços dos combustíveis começaram a ser reajustados em Campo Grande, antes mesmo dos repasses das distribuidoras. O valor da gasolina já chega a R$ 3,76 e pode alcançar R$ 4,15 na próxima semana.

Comentários