Dono de casa lotérica é assaltado enquanto dava entrevista

Uma agência lotérica de Caxias do Sul foi alvo de um assalto no momento em que a reportagem da Gaúcha Serra fazia entrevista com o proprietário do estabelecimento comercial nesta quinta-feira. O ataque ocorreu justamente no momento em que o comerciante falava sobre a onda de ataques a empresas no Bairro Rio Branco nos últimos dias. As informações são da Rádio Gaúcha.

loterica

Na ligação, que estava sendo gravada com a autorização do proprietário, ele diz que estava sendo assaltado e pediu para a reportagem ligar para a polícia. A equipe da Gaúcha entrou em contato com a Brigada Militar pelo 190.

Uma viatura já estava nas proximidades e viu os dois homens em atitude suspeita. Brigadianos do setor de inteligência conseguiram deter a dupla no momento do assalto.

Antes de ser assaltado novamente, o proprietário relatava um assalto que a lotérica havia sofrido no dia 1º deste mês. Naquele dia, dois homens entraram no estabelecimento, renderam quatro funcionárias e cinco clientes. Os criminosos levaram uma quantia em dinheiro. Ninguém foi ferido. O crime aconteceu às 16h.

De acordo com o sub-comandante da Brigada Militar, major Émerson Ubirajara, na última segunda-feira (8), houve uma reunião da BM de Caxias para discutir a elevação de roubos a estabelecimentos comerciais na cidade desde o início deste mês. Conforme o major, foram pelo menos 26 em 10 dias.

Os principais alvos têm sido farmácias, padarias e mercados. O bairro mais atingido é o Centro, onde há maior concentração de estabelecimentos comerciais. Outros bairro onde têm ocorrido mais roubos são o Rio Branco, São Pelegrino, Desvio Rizzo e Bela Vista.

Desde a segunda-feira, conforme o major, a BM faz acompanhamentos especiais nos bairros.

Ouça a entrevista com o dono da lotérica no momento do assalto:

Ouça a entrevista com o dono da lotérica no momento do assalto:


*Rádio Gaúcha

Comentários

comentários