Dominado pela Colômbia, Brasil perde e sofre gritos de 'olé'

Diante de uma Colômbia com mais pegada e uma torcida rival vibrante, Brasil tropeça e perde invencibilidade de onze jogos. Neymar é expulso e fica fora por dois jogos

Santiago, mas pode chamar de Bogotá. A Colômbia jogou nesta quarta-feira à noite praticamente em casa no Estádio Monumental. O Brasil, por sua vez, não jogou. Entrou em campo, mas pouco fez. Com Neymar apagado e sem criatividade no meio de campo, o time de Dunga apenas observou o adversário controlar toda a partida, ser aplaudido do início ao fim pela fantástica torcida colombiana e, acima de tudo, arrancar uma incontestável vitória por 1 a 0. O Brasil perdeu o jogo e perdeu Neymar, suspenso, para a partida contra a Venezuela e da possível quartas de final – o craque levou o segundo cartão amarelo e, após confusão com colombianos já com o jogo terminado, foi levou o vermelho direto. Com isso, será obrigado a cumprir pelo menos duas partidas de suspensão.

Bem armada taticamente por José Pékerman e nitidamente com mais pegada, a Colômbia, que precisava mostrar trabalho depois de perder na estreia da Copa América por 1 a 0 para Venezuela, mostrou que dominaria o jogo desde o primeiro minuto. Acuado, o Brasil até trocou bons passes, mas não conseguiu levar perigo ao gol de Ospina. Elias, Fred, Willian e Roberto Firmino deixaram a desejar.

Após falta infantil de Fred no setor defensivo, a seleção colombiana fez (merecidamente) o estádio explodir. Aos 35 minutos do primeiro tempo, Murillo levou a melhor em cima de Daniel Alves e Fernandinho, que bateram cabeça dentro da área, e abriu o placar. Um gol que animou ainda mais a torcida, que puxou o grito de “olé” logo em seguida.

O Brasil perdeu a primeira na Copa América: 1 a 0 para a Colômbia (Foto: Marcelo Machado de Melo/LANCE!Press)
O Brasil perdeu a primeira na Copa América: 1 a 0 para a Colômbia (Foto: Marcelo Machado de Melo/LANCE!Press)

Neymar, desta vez, não conseguiu salvar o time e nem de longe lembrou o craque que acabou com o Peru na primeira rodada. Perdeu muitas bolas e errou dribles. Para piorar, tomou um cartão amarelo por colocar a mão na bola em uma tentativa de fazer o gol.

Philippe Coutinho, que entrou na volta do intervalo, fez a equipe melhorar. Porém, não foi o suficiente. Os colombianos continuaram tomando as rédeas e tiveram pelos menos boas duas oportunidades de aumentar a vantagem.

Mas o Brasil também teve uma chance de balançar a rede. E que chance! Mesmo sem goleiro, Firmino conseguiu isolar a bola por cima. Perdeu o gol e, de quebra, não conseguiu evitar o fim da invencibilidade de onze jogos de Dunga no retorno ao comando da Seleção Brasileira.

Ao apito final do árbitro, Neymar chutou uma bola que atingiu Armero, que já festejava a vitória. A atitude gerou reação dos colombianos. Bacca deu um empurrão no camisa 10. O tempo fechou. Neymar e Bacca foram expulsos.

FICHA TÉCNICA COPA AMÉRICA 2015 BRASIL 0 x 1 COLÔMBIA

Local: Monumental, Santiago (CHI)
Data/hora: 17/6/2015 – 21h
Árbitro: Enrique Osses (CHI)
Auxiliares: Carlos Astrozza e Sergio Román (ambos do CHI)
Público/Renda: 44.008 presentes/ Renda não divulgada
Cartões Amarelos: Fernandinho, Neymar e Roberto Firmino (BRA); Téo Gutiérrez (COL)
Cartões Vermelhos: Neymar (BRA) e Bacca (COL)

GOLS: Murillo, 35’/1ºT (0-1)

BRASIL: Jefferson; Daniel Alves, Thiago Silva, Miranda e Filipe Luís; Fernandinho, Elias (Diego Tardeli, 30’/2ºT), Fred (Phellipe Coutinho – Intervalo) e Willian (Douglas Costa, 22’/2ºT); Neymar e Roberto Firmino. Técnico: Dunga

COLÔMBIA: Ospina; Zúñiga, Zapata, Murillo e Armero; Carlos Sánchez, Valencia (Mejia, 34’/2ºT), Cuadrado e James Rodríguez; Téo Gutiérrez (Bacca, 31’/2ºT) e Falcao Garcia (Ibarbo, 21’/2ºT). Técnico: José Pékerman

LANCEPRESS!

Comentários

comentários