Dólar tem segunda queda seguida e fecha a quarta-feira valendo R$ 3,799

O dólar comercial teve a segunda queda seguida nesta quarta-feira (9), caindo 0,51%, a R$ 3,799 na venda.

Moeda norte-americana fecha o dia em alta (Foto: Ilustração)
Moeda norte-americana fecha o dia em alta (Foto: Ilustração)

Na véspera, a moeda norte-americana tinha caído 1,07%.

Contexto nacional

Nesta sessão, investidores estavam otimistas após o governo da China dizer que pretende adotar medidas para estimular a economia. A Bolsa chinesa teve a segunda alta seguida nesta quarta, e a do Japão teve o maior avanço desde 2008.

Preocupações com a desaceleração da economia chinesa têm pesado sobre o ânimo dos mercados internacionais, afetando principalmente países emergentes, como o Brasil.

Contexto nacional

Apesar do otimismo com a China, investidores continuavam preocupados com o cenário político e econômico brasileiro.

O reforço da intervenção do BC no mercado de câmbio nesta semana, com um leilão de venda de dólares com compromisso de recompra, na terça-feira (8), também deu espaço para a queda do dólar aqui.

“O BC mostrou que está de olho. O mercado sabe que, se a coisa apertar, ele tem ferramentas para ajudar”, afirmou o superintendente de câmbio de uma corretora nacional à agência de notícias Reuters.

No entanto, o BC informou nesta quarta-feira que não vendeu dólares no leilão de linha do dia 31 passado, quando ofertou até US$ 2,4 bilhões.

BC: Rolagem de contratos de dólar

Nesta sessão, o BC fez apenas o leilão de rolagem dos swaps cambiais (equivalentes à venda futura de dólares) que vencem em outubro, vendendo a oferta total de até 9.450 contratos.

Ao todo, já rolou o correspondente a US$ 2,732 bilhões, ou cerca de 29% do total de US$ 9,458 bilhões e, se continuar neste ritmo, vai recolocar o todo o lote até o fim deste mês.

Os leilões de rolagem servem para adiar os vencimentos de contratos que foram vendidos no passado.

UOL

Comentários

comentários