Dólar perde quase 1%, na segunda queda seguida, e fecha a R$ 3,131

Dólar perde quase 1%, na segunda queda seguida
Dólar perde quase 1%, na segunda queda seguida

O dólar comercial teve a segunda queda seguida, perdendo 0,96% e fechando a R$ 3,131 na venda nesta segunda-feira (13).

É o menor valor para a moeda desde o dia 2 deste mês, quando fechou a R$ 3,096.

A União Europeia aceitou, por unanimidade, a nova proposta de reformas da Grécia, o que levou ao fim do impasse entre o país e seus credores.

O acordo fará a Grécia ceder grande parte de sua soberania à supervisão externa em troca de um resgate de até 86 bilhões de euros, que manterá o país dentro da zona do euro.

O documento ainda é sujeito à aprovação do Parlamento, e o resgate só acontecerá se o primeiro-ministro grego, Alexis Tsipras, implementar diversas reformas impopulares dentro de um cronograma apertado.

“O acordo na Grécia é uma boa notícia, mas nem tudo são rosas”, disse o operador da corretora Intercam Glauber Romano à agência de notícias Reuters, acrescentando que “a possibilidade de um acordo na Grécia já havia sido parcialmente incorporada (pelo mercado de câmbio) na sexta-feira”.

Alguns operadores afirmaram que o acordo aumentou a probabilidade de que o Federal Reserve, banco central norte-americano, eleve os juros neste ano, o que pode atrair para os EUA recursos aplicados em países como o Brasil.

Atuação do Banco Central

Nesta manhã, o Banco Central brasileiro vendeu a oferta total no leilão de rolagem de swaps cambiais (equivalentes à venda futura de dólares). Com isso, repôs ao todo o equivalente a US$ 2,455 bilhões, ou cerca de 23% do lote de agosto, que corresponde a US$ 10,675 bilhões.

Os leilões de rolagem servem para adiar os vencimentos de contratos que foram vendidos no passado.

Com Informações Reuters

Comentários

comentários