Dólar opera em baixa acompanhando moedas emergentes no exterior

downloadO dólar opera em queda nesta terça-feira (1), influenciado pelos dados fortes sobre a economia da China que promoveram valorização de alguns metais no exterior e enfraquecimento da moeda norte-americana ante divisas de países emergentes, segundo a Reuters. Às 9h09, a moeda norte-americana caía 0,25%, vendida a R$ 3,1818.

O câmbio é influenciado pela expectativa de entrada de mais recursos com a regularização de ativos brasileiros no exterior, cujo prazo para adesão terminou ontem. Segundo a Receita federal, mais de R$ 45 bilhões haviam sido arrecadados em multas e impostos com o programa até quinta-feira.

O mercado também trabalha sob a expectativa pela reunião na quarta-feira (2) do Federal Reserve, banco central norte-americano, e dados sobre o mercado de trabalho do país durante a semana. Os investidores esperam que o Fed eleve os juros apenas em dezembro.

Juros mais altos nos EUA têm potencial para atrair recursos hoje aplicados em outros mercados, como o brasileiro, e fazer a moeda norte-americana subir por aqui.

Essa expectativa pela decisão, segundo a Reuters, pode trazer cautela aos negócios e levar investidores a adotar posição defensiva ao longo da sessão desta terça.

Interferência do BC

O Banco Central realiza nesta manhã leilão de swap cambial reverso, equivalente à compra futura de moeda, com oferta de até 5 mil contratos. Na véspera, o dólar caiu 0,2%, a R$ 3,19. No mês de outubro, acumulou desvalorização de 1,9%. Foi o 6º mês no ano em que a moeda norte-americana cedeu ante o real, segundo a Reuters. No ano, a moeda teve perda acumulada de 19,1% frente ao real até esta segunda-feira.

Comentários

comentários