Dólar opera em alta nesta quarta, de olho em Fed e sem intervenção do BC

O dólar opera em alta em relação ao real nesta quarta-feira (23), com o mercado à espera da ata do Fed (Federal Reserve), banco central dos Estados Unidos. O dia também é marcado pela ausência de interferência do Banco Central brasileiro no câmbio.

Às 9h30, a moeda norte-americana subia 0,38%, a R$ 3,3691.

A ata do Fed será divulgada nesta quarta. O mercado segue em busca de pistas sobre o rumo dos juros nos EUA porque, com taxas mais altas, o país atrairia recursos aplicados atualmente em outros mercados. Isso causaria uma tendência de alta do dólar em relação a moedas como o real.

BC não interfere

O BC não fará nesta sessão qualquer tipo de leilão de swap cambial. O BC fez leilões de swap cambial reverso, equivalente à compra futura de moeda, até o último dia 8, quando aconteciam as eleições norte-americanas, destaca a Reuters.

Por causa da turbulência que se seguiu à vitória de Donald Trump à presidência dos EUA, o BC passou a fazer leilão com novos contratos de swap tradicional, equivalente à venda de moeda no mercado futuro, e também rolagem do vencimento de dezembro, concluída na terça-feira.

Último fechamento

O dólar fechou em leve alta ante o real nesta terça-feira (22), interrompendo uma sequência de 4 quedas, mas ainda se manteve no patamar de R$ 3,35, com investidores aproveitando os baixos níveis de preços da moeda norte-americana e acompanhando o movimento no mercado externo.

A moeda norte-americana avançou 0,13%, vendida a R$ 3,3565, depois de bater R$ 3,3270 na mínima do dia e R$ 3,3666 na máxima, segundo a agência Reuters.

Nos quatro pregões anteriores, a moeda norte-americana havia cedido 2,58%. No mês de novembro, o dólar acumula alta de 5,22%. No ano, entretanto, há desvalorização de 15% frente ao real.

Comentários

comentários