Dólar fecha em alta com investidores de olho no cenário eleitoral

O dólar fechou em alta nesta quarta-feira (10), corrigindo parte da forte queda acumulada em outubro, com investidores repercutindo declarações do presidenciável Jair Bolsonaro (PSL) sobre a reforma da Previdência e à espera da pesquisa Datafolha de intenção de votos para o segundo turno da eleição presidencial, a primeira após o 1º turno.

A moeda norte-americana subiu 1,42%, vendida a R$ 3,7617. Na máxima do dia, chegou a R$ 3,7658. O dólar turismo era negociado a R$ 3,92, sem considerar a cobrança de IOF (tributo).

O cenário eleitoral também levou o principal índice da bolsa brasileira, a B3, a fechar em forte queda nesta quarta. O Ibovespa caiu 2,80%, a 83.679 pontos.

Na véspera, a moeda norte-americana caiu 1,51%, vendida a R$ 3,7090. Foi o menor valor desde o dia 3 de agosto, quando o dólar encerrou o dia a R$ 3,7069.

Na semana, a moeda dos EUA cedeu 2,41%. No mês de outubro, a desvalorização é de 6,84. Já no acumulado do ano, ainda avança 13,53%.

O Banco Central ofertou e vendeu integralmente nesta sessão 7,7 mil swaps cambiais tradicionais, equivalentes à venda futura de dólares. Desta forma, rolou US$ 3,080 bilhões do total de US$ 8,027 bilhões que vence em novembro.

Comentários

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here