Dólar cai abaixo de R$ 3,25 com eleição de Maia na Câmara

Foto Divulgação
Foto Divulgação

O dólar opera em queda nesta quinta-feira (14), voltando ao patamar abaixo de R$ 3,25, após a eleição do deputado Rodrigo Maia (DEM-RJ), considerado pragmático e com bom trânsito com o presidente interino Michel Temer, como presidente da Câmara dos Deputados. Às 9h29, a moeda norte-americana caía 1,24%, vendida a R$ 3,2336.

Acompanhe a cotação ao longo do dia:

Às 9h10, queda de 1,23%, a R$ 3,234.

A última vez que o dólar fechou abaixo de R$ 3,25 foi em 1º de julho, a R$ 2,2328.

Além disso, segundo a Reuters, o movimento vinha a despeito do tom de cautela no exterior, após o Banco da Inglaterra surpreender muitos operadores ao não anunciar qualquer estímulo econômico nesta manhã.

Operadores ainda apostam que Temer terá mais facilidade que sua antecessora, a presidente afastada Dilma Rousseff, para aprovar medidas de ajuste fiscal no Congresso, perspectiva que vem contribuindo para aumentar a demanda por ativos brasileiros.

A equipe de estratégia do banco HSBC recomendou a clientes que comprem títulos de 10 anos do Brasil, citando a influência de Temer no Congresso, o quadro global mais favorável e a credibilidade do presidente do BC, Ilan Goldfajn, ainda segundo informações da Reuters.

Intervenção do BC

O Banco Central brasileiro fará nesta manhã novo leilão de até 10 mil swaps reversos, que equivalem a compra futura de dólares. Na véspera, o dólar caiu 0,71%, a R$ 3,2745.

Comentários

comentários