Doações para o “Cidade Solidariedade” podem ser entregues na Casa do Papai Noel

Doações beneficiarão mais de 15 entidades assistenciais.(Foto: Paulo Francis)
Doações beneficiarão mais de 15 entidades assistenciais.(Foto: Paulo Francis)

O projeto “Cidade Solidariedade”, aberto oficialmente na manhã deste sábado (22), pelo prefeito de Campo Grande, Gilmar Olarte já está recebendo doações.

O evento tem caráter filantrópico e tem o objetivo de arrecadar todos os tipos de materiais, como roupas, brinquedos, materiais de higiene, de construção e outros produtos que possam ser úteis a pessoas que se encontram em situação de vulnerabilidade.

O horário de recebimento será das 9 às 22h sábado(22) e domingo(23), já na segunda(24) e terça-feira(25), das 17 às 22h.

Segundo Roberta Queiroz, 33 anos, que é funcionária do FAC (Fundo de Apoio a Comunidade), o ponto de coleta dos materiais está concentrado na Casa do Papai Noel, localizado nos altos da Avenida Afonso Pena, e ao todo serão 15 entidades beneficiadas. Roberta ressalta que esta é uma ação coletiva e ao final do evento as doações serão repartidas entre as entidades. “Além das entidades beneficiadas, nós temos uma lista com mais de 500 familias cadastradas, e caso alguém tiver algum tipo de material para doar mas não tem como trazer, que entre em contato conosco que nós nos disponibilizamos as ir buscar o material”, diz. 

A assistente social Sonia Santa Rosa, 46 anos, que representa a entidade assistencial Madre Maria Uber, convida todas as pessoas de Campo Grande e região para participar deste evento que trás beneficios a muitas pessoas necessitadas. “Nossa entidade mesmo atende crianças de 6 a 15 anos, realizamos oficinas de capoiera, computação, croche, entre outros. Então é muito importante que todos ajudem, não só a nossa entidade mas como todas as outras que desenvolvem um trabalho de cidadania para a comunidade”, destaca a assistente social.

Assistente Social Sônia Santa Rosa. (Foto: Paulo Francis)
Assistente Social Sônia Santa Rosa. (Foto: Paulo Francis)

A além das doações, é possivel contribuir através da consumação na praça de alimentação, que oferece pratos típicos, tais com espetinho, carreteiro, sopa paraguaia, cachorro quente, doces e salgados. Toda a renda será revertida em benefício de mais de dez entidades assistenciais cadastradas no Fundo de Apoio à Comunidade.

Paulo Francis

Comentários

comentários