‘Distribuidor’ de skunk preso também vendia drogas com alto poder alucinógeno

Nessa segunda-feira (10), a Defron (Delegacia Especializada de Repressão aos Crimes de Fronteira) prendeu Junior Antunes Ocampos, de 31 anos, morador de Coronel Sapucaia. A ação ocorreu no bairro Jardim Itália, em Dourados, e foram apreendidos 24,300 kg de skunk e 11,400 kg de maconha.

Foto: Divulgação/Ligado na Redação

Conforme ocorrência, o indivíduo tinha a função de apresentar amostras de skunk (supermaconha) a eventuais compradores. Além disso, foi apurado que ele era o principal fornecedor de skunk em Dourados e região, sendo conhecido por vender drogas com alto poder alucinógeno.

Durante as investigações, foi constatado que a associação para o tráfico por ele integrada é baseada em Capitão Bado/PY. As drogas eram enviadas da região de fronteira para Dourados e, posteriormente, encaminhadas para vários estados do país.

À polícia, o indivíduo negou ser integrante de uma estruturada associação para o tráfico, contudo, disse que vendia skunk e maconha para se sustentar. Ele foi preso em flagrante por tráfico de drogas e associação para o tráfico, sendo representado pela decretação de sua prisão preventiva.