Diretoria do São Paulo decide manter Jardine até quarta-feira

Globoesporte.com

Foto: Marcos Ribolli

André Jardine não corre risco de ser demitido do São Paulo antes do jogo de quarta-feira, contra o Talleres, às 21h30, no Morumbi, pela volta da segunda fase da Copa Libertadores da América.

O presidente Carlos Augusto de Barros e Silva, o Leco, e o diretor executivo Raí se reuniram para debater o tema no último domingo e decidiram esperar o resultado de quarta-feira.

Após a derrota por 2 a 0 em Córdoba, na Argentina, o São Paulo precisa vencer por três gols de diferença no Morumbi. Ou devolver os 2 a 0 para levar a disputa para os pênaltis.

Leco e Raí entendem que o trabalho de Jardine está bem abaixo das expectativas, mas consideram precipitado demiti-lo tão próximo de um jogo tão importante.

Paralelamente a isso, os dirigentes do Tricolor consideram que o elenco também está devendo e, assim como ocorreu depois da derrota para o Guarani, os jogadores serão cobrados.

Antes do treinamento desta segunda-feira, no CT da Barra Funda, Raí deve comandar outra reunião de cobrança nos jogadores.

Na última sexta-feira, a diretoria e alguns líderes do elenco receberam representantes de torcidas organizadas do Tricolor no CT para uma conversa.

Comentários

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor, insira seu cometário!
Por favor, insira seu nome aqui